Justiça suspende sistema de reconhecimento facial no metrô de SP

A companhia ainda não apresentou informações sobre o uso do software e o armazenamento de informações
-Publicidade-
Por dia, cerca de 4 milhões de passageiros utilizam o transporte em São Paulo
Por dia, cerca de 4 milhões de passageiros utilizam o transporte em São Paulo | Foto: Bruno Rocha/Estadão Conteúdo

A Justiça de São Paulo barrou provisoriamente a implantação de um sistema de reconhecimento facial nas instalações do metrô.

A juíza Cynthia Thome, da 6ª Vara de Fazenda Pública, concedeu a liminar porque “há potencialidade de atingir direitos fundamentais dos cidadãos”. Por dia, cerca de 4 milhões de passageiros utilizam o transporte em São Paulo.

A decisão liminar foi proferida na terça-feira 22, no âmbito de ação ajuizada no início do mês pelas Defensorias Públicas de São Paulo, da União e entidades civis. O grupo quer que seja proibido o uso da tecnologia de reconhecimento facial “maciça e indiscriminada” nas dependências do metrô.

-Publicidade-

Segundo a magistrada, o sistema está em fase de implantação, ainda não se encontrando em execução, sendo que o contrato não especifica como se dará tal funcionalidade. A juíza também entendeu ainda que o metrô não apresentou “informações precisas” sobre o armazenamento das informações e uso do sistema de reconhecimento pessoal.

O metrô paulista informou que “o Sistema de Monitoramento Eletrônico não tem reconhecimento facial do cidadão ou qualquer personificação ou formação de banco de dados com informações pessoais. Ele é exclusivo para o apoio operacional e atendimento aos passageiros”. O valor previsto em contrato para a instalação da tecnologia é de R$ 42 milhões.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.