Mercedes-Benz vai produzir ônibus elétrico no Brasil

Tecnologia é resultado de investimentos de R$ 100 milhões, que fazem parte do montante a ser alocado pela marca entre 2018 e 2022
-Publicidade-
Mercedes-Benz pretende fabricar carros elétricos no Brasil
Mercedes-Benz pretende fabricar carros elétricos no Brasil | Foto: Reprodução/Flickr

A Mercedes-Benz anunciou nesta quarta-feira, 25, que está desenvolvendo chassis elétricos de ônibus para circulação em centros urbanos do Brasil e de nações vizinhas.

A tecnologia é resultado de investimentos de R$ 100 milhões, que fazem parte do montante a ser alocado pela marca entre 2018 e 2022. O projeto está sendo conduzido por equipes da fábrica de São Bernardo do Campo, onde o automóvel será produzido, com apoio de engenheiros da Daimler, proprietária da marca na Alemanha.

O plano é iniciar as vendas do produto no ano que vem.

-Publicidade-

Novas tecnologias

Karl Deppen, presidente da operação brasileira da Mercedes-Benz, afirma que a velocidade de introdução de novas tecnologias no país depende de investimentos em infraestrutura, como postos de recarga das baterias.

“Para que os benefícios tecnológicos aplicados à mobilidade urbana sejam agregados ao desenvolvimento social e econômico das cidades, é imprescindível que o Brasil e a América Latina também preparem a sua infraestrutura para a operação dos veículos elétricos”, disse Deppen.

Leia mais: “Cidade dos EUA se transforma com tecnologias de mobilidade”

Segundo Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas e marketing da montadora, a Mercedes-Benz preferiu fazer a eletrificação dos ônibus, porque os veículos coletivos urbanos têm menos restrições que os caminhões, em que a falta de uma rede de recargas nacional torna inviável o uso da tecnologia em longas distâncias. A bateria do ônibus elétrico a ser lançado pela Mercedes permite ao veículo rodar 250 quilômetros sem necessidade de recarga.

“A gente optou por começar com chassis de ônibus urbanos por impactar mais pessoas que o caminhão elétrico, que tem restrições de infraestrutura para operação”, afirmou Leoncini. “Caminhão elétrico vem na hora certa, é outra discussão que vamos ter no futuro.”

Leia também: “Com investimento, Brasil terá 62% de carros elétricos em 2035”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro