Robôs ordenham vacas sem intervenção humana

Animais são atraídos com comida para uma espécie de estábulo
-Publicidade-
Sistema tem capacidade para fazer 200 ordenhas por dia | Fonte: Divulgação/DeLaval
Sistema tem capacidade para fazer 200 ordenhas por dia | Fonte: Divulgação/DeLaval

A presença da tecnologia no campo é mais comum a cada dia e contribui para a otimização das tarefas nas fazendas. Atualmente, as pessoas que têm uma propriedade com foco na produção de leite podem contar com robôs para ordenhar as vacas, por exemplo. O sistema, desenvolvido na Europa, já está em operação no Brasil há alguns anos e funciona sem nenhuma interferência humana. Através da comida, as vacas são atraídas do pasto até uma sala de ordenha, onde um robô assume toda tarefa.

Leia mais: “A dança dos robôs”

Quando o animal chega no robô — uma espécie de estábulo — ele fecha a sua entrada automaticamente, identifica se o animal pode receber a ração, fornece o complemento alimentar e extrai o leite por meio de bicos ou “teteiras” automáticos. Os bicos se encaixam sozinhos nas vacas. Esse tipo de sistema tem capacidade para fazer 200 ordenhas por dia, o que pode aumentar a produtividade da fazenda.

-Publicidade-

Leia também: “Tesla anuncia robô humanoide para executar tarefas ‘enfadonhas’”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro