Sanofi anuncia investimento de US$ 477 milhões em vacinas de mRNA

Pandemia de coronavírus abriu a possibilidade de utilizar a tecnologia contra outras doenças
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Shutterstock
Foto: Divulgação/Shutterstock

Uma das maiores fabricantes de vacinas do mundo, a francesa Sanofi vai abrir a carteira para investir em imunizantes de mRNA. A tecnologia é a mesma usada no produto da Pfizer contra o coronavírus. É o que informou nesta terça-feira, 29, o jornal Wall Street Journal. O laboratório fará aportes anuais de US$ 477 milhões (R$ 2,3 bilhões), com a finalidade de expandir sua capacidade de produzir as mercadorias de RNA mensageiro.

A ideia é iniciar o projeto quanto antes. A Sanofi espera produzir pelo menos seis novas vacinas candidatas em testes em humanos até 2025. Ainda não foi demonstrado que a tecnologia funciona contra outras doenças. Por isso, a Sanofi quer apostar pesado em estudos e novos equipamentos. As vacinas de mRNA têm mensageiros moleculares genéticos que estimulam uma resposta imunológica no corpo.

Para mais informações, leia “A supervacina”, publicada na Edição 39 da Revista Oeste

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site