Startup fundada por brasileiros recebe aporte de US$ 225 milhões

Merama atua com investimento em marcas que vendem na internet
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Merama
Foto: Divulgação/Merama

Cinco meses depois de ter levantado US$ 160 milhões (R$ 873,6 milhões, na cotação atual), a startup Merama informou que recebeu mais US$ 225 milhões (R$ 1,5 bilhão) em investimentos. O anúncio foi feito na terça-feira 28. A empresa atua injetando capital em pequenas e médias marcas que vendem seus produtos em marketplaces. Seu crescimento se deu em meio ao boom do e-commerce, que aumentou durante a pandemia de coronavírus.

A rodada de investimento multibilionário foi liderada pelo SoftBank e pela Advent, e contou com a participação da Globo Ventures, companhia ligada ao Grupo Globo. Monashees, Valor Capital, Balderton Capital e Maya Capital, que já investiam na startup, também reforçaram a aposta na Merama, devido ao crescimento do segmento. Além de Brasil e México, a Merama engloba marcas de outros países, como Chile, Colômbia, Peru e Estados Unidos.

Leia também: “O Brasil virou fábrica de fintechs”, reportagem de Dagomir Marquezi publicada na Edição 62 da Revista Oeste

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.