Anatel obriga uso do prefixo 0303 nas ligações do serviço de telemarketing

Ação visar a facilitar a vida de quem deseja bloquear chamadas indesejadas
-Publicidade-
Anatel obriga empresas de telemarketing a usarem prefixo 0303 nas ligações
Anatel obriga empresas de telemarketing a usarem prefixo 0303 nas ligações | Foto: Divulgação

Agora você não precisa mais desligar o telefone correndo ou inventar uma desculpa se receber uma ligação de telemarketing. A Anatel aprovou uma proposta que obriga as empresas de telemarketing ativo, que tenham mais de 30 linhas em suas centrais telefônicas internas (PABX), a utilizarem o prefixo 0303 em suas ligações.

Na proposta também entra uma obrigatoriedade para as operadoras de telefonia móvel: elas deverão permitir que determinadas ligações, indicadas pelos consumidores, sejam bloqueadas.

O objetivo da ação é reduzir o número de ligações feitas pelas empresas de telecomunicações que oferecem produtos e serviços indesejados.

-Publicidade-

A Anatel deu 90 dias para que a ferramenta de bloqueio seja implementada pelas operadoras de telefonia móvel. Com relação à telefonia fixa, o prazo dado foi um pouco maior — as empresas têm o dobro do tempo para fazer a modificação.

As operadoras poderão utilizar os meios tecnológicos que acharem necessários para bloquear as chamadas que não seguirem as novas normas da agência.

Ação antiga para bloqueio das chamadas de telemarketing

Antes da criação dessa medida, uma alternativa para bloquear as chamadas inconvenientes era o “Não me Perturbe”. Por meio de um site, os consumidores registravam os nomes das empresas que estavam sendo insistentes em suas ligações de telemarketing.

Mas a própria Anatel admitiu que o serviço era ineficiente e falho, segundo dados do site Tecnoblog. Por conta disso, a agência passou a buscar novas alternativas para ajudar as pessoas a se livrarem do tormento.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Notícia auspiciosa! Resta saber se será respeitada, já que no Brasil não se respeita quase nada. Aquilo que realmente deveria ser desrespeitado, ou seja, as decisões de CANALHAS como os que estão no “stf”, não é.

  2. Uma boa, embora parte do problema está em nossas māos: ao aceitar uma “, promoção” ou qq outra isca, nosso endereço telemático é cadastrado e nego fica enchendo o seu saco.

  3. Sem efeito!

    Esse é um problema sem solução. É o mal que vem junto com o bem.

    Como não há efetividade no combate e nem punições significativas, todas as empresas, grandes e pequenas, e até pessoas físicas, entraram no jogo de importunar as pessoas. Não são apenas as empresas de telemarketing, especificamente.

    A lista de rejeição não funciona. Os importunadores mudam, frequentemente, seus números para driblar essa barreira. Logo logo a lista de rejeição fica gigantesca.

    Na prática, o que funciona a contento é o que eu faço: “só atendo ligações de números existentes na minha lista de contatos.”

    E sempre que alguém pretende entrar em contato comigo, eu peço que antes envie uma mensagem de texto para que eu identifique e cadastre na lista, senão não será atendido.

    Isso evita ter que ouvir propostas de crédito consignado (várias por dia), telemarketing de lojas online, golpistas de toda sorte, e até ligações de presidiários de todo o país tentando extorquir dinheiro com terror (que se tornaram comuns no Brasil).

    Parece que, no Brasil, só o que funciona realmente é estelionato, corrupção, terror, prostituição e tráfico de drogas.

  4. Sugiro as empresas de telemarketing que utilizem as números dos telefones do dickhead e seus pares para ofertarem promoções diuturnamente… Assim eles param de analizar e aprovar assuntos inconstitucionais!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.