Usuária receberá indenização de R$ 20 mil por censura do Facebook

big tech derrubou a página de uma psicoterapeuta por discordar de uma das postagens do perfil, com a imagem de uma silhueta feminina
-Publicidade-
A plataforma poderá recorrer da decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
A plataforma poderá recorrer da decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro | Foto: Reprodução/Internet

O Facebook foi condenado a pagar R$ 20 mil por danos morais a uma psicoterapeuta usuária da rede social. A mulher teve a conta comercial suspensa durante seis meses, em 2019. Cerca de 10 mil seguidores acompanhavam o trabalho da profissional, voltado a tratar a depressão, a ansiedade e as dificuldades em relacionamentos.

Contudo, os followers deixaram de “existir” depois de a big tech considerar que uma das postagens da página, com a imagem de uma silhueta feminina, “não estava em conformidade com os padrões da rede”. Ainda cabe recurso no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, noticiou o jornal Folha de S.Paulo, nesta segunda-feira, 31.

-Publicidade-

Leia também: “As redes sociais e a ‘censura do bem'”, artigo de J.R. Guzzo publicado na Edição 30 da Revista Oeste

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comments

  1. Moderadores de redes sociais são geralmente limitados e tomam suas decisões em poucos segundos, pois o volume de tráfego é imenso. Acabam se baseando em julgamentos feitos por sistemas automatizados e algoritmos de Inteligência Artificial. Espero que essa moda do processo pegue.

    1. Grupos ideológicos estão derrubando perfis. Eles fazem falsas denúncias de conteúdo impróprio e contam com a parceria de moderadores das redes.

  2. Entendo que as redes não deveriam sofrer sensura, porque qualquer que seja o sensor havera um vies de suas crenças e convicções. Seria preferivel que se estabelecese um canal exclusivo no judiciario onde seria recebido as reclamações de que se sentisse afetado e tivese imediata ação.

  3. Pessoas sãs não deveriam usar redes sociais.
    Se você ainda utiliza, faça um favor para você e para a espécie humana, encerre sua conta. Mantenha no máximo o seu whatsaspp ou seu telegram. E mantenha apenas enquanto suas conversas não sejam “moderadas”. Quando isso acontecer, encerre tambem.
    Sua sanidade vai retornar gradualmente.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site