Vacina brasileira, spray anticovid pode ficar pronto até fim de 2022

Em desenvolvimento no InCor, imunizante foca em impedir a transmissão do vírus
-Publicidade-
InCor está desenvolve a vacina em forma de 'spray' nasal
InCor está desenvolve a vacina em forma de 'spray' nasal | Foto: Reprodução/Freepik

A vacina em forma de spray nasal contra a covid-19 pode ser testada em humanos no começo de 2022. A previsão é do médico Jorge Kalil, diretor do Laboratório de Imunologia do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas, que chefia a equipe de desenvolvimento. A instituição abriga o estudo e é vinculada à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Na quinta-feira 21, a Agência Nacional de Vigilância (Anvisa) Sanitária recebeu o pedido para início do ensaio feito com voluntários.

“Se tudo der absolutamente certo, daqui a um ano, até o fim do ano que vem, teremos o spray nasal”, disse Kalil em entrevista à CNN, na sexta-feira 22. “Sem dúvida a Anvisa vai fazer muitos questionamentos, esse é o trabalho da Anvisa”.

-Publicidade-

De acordo com o médico, o imunizante em desenvolvimento no InCor foca em impedir a transmissão do vírus. Caso ele funcione, terá a capacidade de acabar com a pandemia. “Nós tivemos um apoio de imediato do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, que fez uma encomenda tecnológica, e nós conseguimos chamar mais gente para trabalhar conosco”, relatou o pesquisador.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.