WhatsApp desiste de limitar funções para quem não aceitar termos de privacidade

Ainda segundo a plataforma, apesar de muitas críticas, a maioria dos usuários aceitou as novas atualizações
-Publicidade-
WhatsApp recebeu muitas críticas por avisos constantes sobre mudanças nos termos de privacidade
WhatsApp recebeu muitas críticas por avisos constantes sobre mudanças nos termos de privacidade | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O WhatsApp desistiu de limitar as funções do aplicativo dos usuários que não aceitarem os novos termos de privacidade da plataforma. Em mensagem publicada em seu site oficial em 15 de maio, o aplicativo informa: “Não apagaremos nenhuma conta, e ninguém perderá acesso aos recursos do WhatsApp por causa dessa atualização”.

Ainda segundo a plataforma, a maioria dos usuários aceitou as novas atualizações. “Continuaremos a exibir uma notificação no WhatsApp para fornecer mais informações sobre a atualização e como um lembrete para aqueles que não tiveram tempo de revisar e aceitá-la”, diz o comunicado. “No momento, não temos planos para exibir esses lembretes de maneira persistente nem para limitar as funcionalidades do app.”

-Publicidade-

Leia mais: “WhatsApp processa governo da Índia por lei que rastreia mensagens”

O WhatsApp também informa que os usuários que não aceitarem a atualização “terão oportunidades para fazê-lo diretamente no app, como ao registrar-se novamente no WhatsApp ou ao usar pela primeira vez um recurso relacionado a essa atualização”.

Leia mais: “Argentina proíbe Facebook de mudar políticas de privacidade do WhatsApp”

“[Após] Recentes discussões com várias autoridades e especialistas em privacidade, queremos deixar claro que atualmente não temos planos de limitar a funcionalidade do WhatsApp para aqueles que ainda não aceitaram a atualização. Em vez disso, continuaremos a lembrar os usuários de tempos em tempos sobre a atualização”, completa a plataforma.

Leia também: “WhatsApp libera recurso que permite acelerar mensagem de áudio”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comments

  1. Ahahahaha, se a maioria tivesse aceitado eles não pediriam arrego deixando de aplicar sanções….. Acredito que muita gente não aceitou, e eu fui um deles, e esses caras estão com o fioofó na mão de perder espaço…… Eheheheh, mas já estão perdendo, o TELEGRAN é muito melhor, tem mais recursos e não tem essa filhadaputice de ficar restringindo mensagens ou impondo políticas de “quebra” de privacidade!
    Aliás, fica aí a dica abra a sua conta no TELEGRAM…e deixe o Zuckerberg falando sozinho!

  2. Não devemos aceitar essa palhaçada desavergonhada do WhatsApp! A maioria dos que conheço também abriram no Telegram, agora é só questão de se habituar.

  3. Deixei de usar o Whatsapp no fim de 2019. Realmente, as funcionalidades do Telegram são muito melhores. Mais privacidade, inclusive em grupos. Participo de grupos e canais que não disponibilizam o contato dos membros.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site