Trump anuncia diretrizes para reabrir EUA a partir de 1º de maio - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 16 abr 2020, 19:13

Trump anuncia diretrizes para reabrir EUA a partir de 1º de maio

16 abr 2020, 19:13

Segundo presidente americano, alguns Estados já atendem critérios para reiniciar suas atividades econômicas amanhã se quiserem

Reprodução / You Tube

“É o que os americanos precisam e querem”. Foi assim que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, começou sua entrevista coletiva na Casa Branca nesta quinta-feira, quando detalhou as diretrizes de reabertura do país. “Nós temos a maior economia do mundo e a fechamos para podermos ganhar esta guerra [contra o coronavírus]. Agora que passamos do pico dela, é hora de rejuvenescê-la”.

O discurso ocorreu no dia em que o país atingiu 31 mil mortes e mais de 624 mil casos da covid-19. Trump estava acompanhado de seu vice, Mike Pence, do Dr. Anthony Fauci e da Dra. Deborah Birx, imunologistas que vêm guiando o presidente americano durante toda a pandemia.

Trump agradeceu a toda a população pela cooperação durante o confinamento e pediu para que continuem a seguir as instruções dadas, como ficar em casa se estiverem se sentindo mal, manter os cuidados com a higiene e o distanciamento social necessário.

Ao falar sobre as diretrizes da reabertura, ele afirmou que todas elas seguirão os padrões científicos e que cada Estado americano iniciará a reativação da economia local no momento em que se sentir realmente pronto para isso. Percebe-se mudança no discurso feito na semana passada, quando disse que, como presidente, podia tomar as decisões sobre a pandemia sozinho.

“Se o vírus voltar no outono, e os cientistas acreditam que isso pode acontecer, o país estará pronto para seguir em frente”, afirmou Trump durante o anúncio.  “Estamos todos trabalhando juntos, democratas, republicanos, liberais, para vencer esse desafio”.

Segundo o vice-presidente Mike Pence, até o final de abril, os Estados Unidos terão feito 5 milhões de testes para covid-19. O que vai determinar se um Estado está pronto ou não para reativar sua economia é o fato de o vírus ter sido vencido e a probabilidade dele voltar.

Coube então à Dra. Birx explicar as diretrizes das três fases da reabertura, que só deve ser iniciada quando um estado apresentar queda nos números de casos por 14 dias seguidos.

Primeira fase

  • Grupos de risco permanecem em casa
  • O distanciamento social continuara a ser a norma de quem puder sair
  • Aglomerações de mais de dez pessoas continuarão a ser desestimuladas
  • Viagens não-essenciais também deverão ser evitadas, seguindo as normas do Centro de Prevenção a Doenças (CDC)
  • Escolas permanecerão fechadas
  • Visitas a idosos em asilos e hospitais continuarão proibidas
  • Grandes estabelecimentos (incluindo restaurantes) poderão operar sob protocolos restritos de distanciamento pessoal
  • Academias de ginástica poderão abrir se aderirem a protocolos restritos de distanciamento também
  • Cirurgias eletivas podem ser retomadas de forma ambulatorial (fora dos hospitais)

Segunda fase

  • Grupos de risco permanecem em casa
  • O distanciamento social continuara a ser a norma de quem puder sair
  • Evitar reuniões sociais com mais de 50 pessoas
  • Viagens não-essenciais podem recomeçar
  • O trabalho remoto deve continuar a ser encorajado
  • Empregadores devem fechar áreas de convívio comuns nas empresas
  • Considerar acomodações especiais para populações em situação de vulnerabilidade
  • Escolas, creches e acampamentos podem reabrir
  • Visitas a asilos e hospitais devem ser proibidas
  • O distanciamento social em grandes estabelecimentos deve ser moderado
  • Cirurgias eletivas podem ser retomadas em hospitais e ambulatórios

Terceira fase – o novo “normal”

  • Grupos de risco podem retomar as interações sociais, mas mantendo o distanciamento social
  • O resto da população deve minimizar o tempo gasto em ambientes muito cheios de gente
  • Empregadores podem retomar seus ambientes de trabalho sem restrições

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dr. Birx

 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

É o “mecanismo”

É o “mecanismo”

A 3ª maior doadora da campanha paulistana do PSOL é uma herdeira da empreiteira de obras públicas Andrade Gutierrez...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês