'Uma jabuticaba', diz senador tucano sobre projeto das 'fake news'

Em 30 jun 2020, 19:17

‘Uma jabuticaba’, diz senador tucano sobre projeto das ‘fake news’

30 jun 2020, 19:17

Plínio Valério (PSDB-AM) adiantou que votará contra a proposta que pauta o Senado

jabuticaba

Para tucano, PL das fake news é uma jabuticaba | Foto: REPRODUÇÃO/WIKPÉDIA

“É uma jabuticaba”. Foi assim que o senador Plínio Valério (PSDB-AM) definiu o Projeto de Lei das fake news, que irá à votação hoje. Para o parlamentar tucano, a proposta prejudica a liberdade de expressão no país. De acordo com ele, entidades de imprensa são contra o PL.

Leia mais:Censura’ e ‘mordaça’: internautas protestam contra o PL das fake news

Ao pedir que a votação fosse adiada, o que foi negado por Davi Alcolumbre (DEM-AP), o senador do Amazonas afirmou que o Congresso só deveria discutir assuntos relacionados à pandemia da covid-19. Conforme aprovado pelo Congresso Nacional, o Brasil está em estado de calamidade pública desde março.

“Se o projeto fosse bom não precisa de um relatório tão extenso”

Por fim, o parlamentar tucano aproveitou para criticar o texto apresentado pelo relator Angelo Coronel (PSD-BA). “Se o projeto fosse bom não precisa de um relatório tão extenso”, disse Valério. Divulgado na noite de ontem, o substitutivo do PL das fake news conta com mais de 30 artigos, organizado em 68 páginas.

Jornalista

Eleito senador pelo Amazonas nas eleições de 2018, Plínio Valério é jornalista e radialista formado pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 Comentários

  1. A verdade sempre será dita. Isto aqui é um incêndio, queimam ate o Museu Nacional. Onde tem fumaça sempre tem fogo.

    Responder
  2. Bando CANALHAS…

    Responder
  3. Isso não vai adiantar nada.as redes sociais são indomáveis.. a liberdade nas redes não deixará os corruptos a vontade. Ninguém segura as redes sociais. Pesoalmebte acho que há coisa a.mais sérias e importantes para o senado se preocupar como por exemplo, inquéritos ao ver de muitos grandes juristas como Yves Gandra, ilegais e que violam a constituição. Isso é o que os senadores deveriam estar discutindo. Como eles são omissos por motivos óbvios vão se enganar com esta ” fake News. “.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias