A evolução da doença no Brasil e no mundo - Revista Oeste

 A evolução da doença no Brasil e no mundo

Números no mundo

♦  Casos confirmados – 18.912.947

♦ Mortes – 710.564

♦ Recuperados – 11.403.473

 

Números de mortes por milhão de habitantes no mundo

Um indicativo importante a ser analisado é o número de mortes por milhão de habitantes, dado considerado mais preciso para fazer comparações entre os países e evitar distorções.

O Brasil não aparece na lista dos dez países com maior número de mortes por milhão de habitantes. No momento, ocupa a 12ª posição geral, com 463 mortes por milhão de habitantes.

 

 

Números no Brasil

♦ Casos confirmados – 2.912.212

♦ Mortes – 98.493

♦ Recuperados – 2.047.660

Embora o Ministério da Saúde indique que 2.047.660 contaminados já se recuperaram do coronavírus no Brasil, a soma das contagens de cada secretaria estadual mostra que mais de um milhão de infectados estão livres do vírus chinês no país.

De acordo com esses números, dos 2.912.212 casos confirmados da doença no Brasil, 2.190.361 estão curados.

 

Desde o início da pandemia no Brasil, a divulgação do número de mortes pelo Ministério da Saúde indica os registros de óbitos naquele dia, e não as mortes ocorridas no dia, o que gera uma enorme confusão. Além de haver atraso entre a comunicação do registro da morte do paciente e o envio da informação às autoridades competentes, muitos dos laboratórios que processam os testes de covid-19 não funcionam nos fins de semana. Portanto, o dado real pode chegar com sete a quinze dias de atraso.

Os números oficiais da pandemia apresentam especificidades em relação aos dias da semana — nos domingos e segundas, por exemplo, os registros diários tendem a cair. O médico cardiologista Juliano Fernandes de Lara, formado pela Unicamp, com doutorado na FMUSP e MBA em Gestão de Sistemas de Saúde pela FGV-RJ, tem feito um trabalho de cruzamento e análise dos dados sobre a covid-19. Fernandes explica a razão pela qual as terças-feiras têm apresentado um pico em relação aos outros dias. “Os números de mortos do fim de semana e também da segunda-feira ficam represados, acabam acumulando e elevam os números da terça-feira”, diz.

Reabertura e flexibilização nas capitais brasileiras

Clique em cada capital no mapa para saber como está a retomada das atividades econômicas nela.