Taxa de juros dos Estados Unidos volta a cair, e chega a quase zero

O corte é mais uma medida de emergência adotada por causa da pandemia de coronavírus
-Publicidade-

O corte é mais uma medida de emergência adotada por causa da pandemia de coronavírus

Depois de uma reunião emergencial, o banco central dos Estados Unidos cortou neste domingo, 15, 1 ponto porcentual nas taxas de juros do país.

-Publicidade-

Com a decisão do Federal Reserve, a taxa de juros americana agora varia de 0% a 0,25%.

Esse é o segundo corte em menos de duas semanas.

No início de março, a taxa já havia sido rebaixada em 0,5 ponto, chegando à faixa de 1% a 1,25%.

O nível atual é o menor desde a crise econômica de 2008.

O presidente do Fed, Jerome Powell, não descartou a possibilidade de taxas de juros negativas para estimular a economia, mas afirmou que a medida não está entre as políticas consideradas no momento:

“Estamos preparados para usar toda a nossa gama de ferramentas para apoiar o fluxo de crédito para famílias e empresas, ajudar a manter a economia forte e promover nossos objetivos de maximização de emprego e estabilidade de preços”, disse ele.

 Powell afirmou também acreditar que o crescimento dos Estados Unidos no segundo trimestre será fraco.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.