-Publicidade-

Famílias de alunos da rede estadual de SP querem retorno de aulas presenciais

Setenta por cento dos responsáveis pelos jovens manifestaram interesse pela reabertura das escolas
As atividades presenciais nas escolas da rede estadual foram retomadas na segunda-feira 8
As atividades presenciais nas escolas da rede estadual foram retomadas na segunda-feira 8 | Foto: Danilo M. Yoshika/Futura Press/Estadão Conteúdo

Setenta por cento das famílias de alunos da rede estadual de São Paulo manifestaram interesse no retorno presencial de seus filhos às escolas, segundo informações divulgadas nesta terça-feira, 16, pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Sob ameaça de greve de professores e com falhas de infraestrutura, as atividades presenciais nas escolas foram retomadas na segunda-feira 8, seguindo os protocolos de proteção contra a covid-19. O ensino público estadual possui cerca de 3,3 milhões de alunos, que estudam em 5.100 escolas do Estado. Essas unidades estão autorizadas a funcionar de forma híbrida, com parte do ensino virtual e parte na escola, de maneira presencial. A retomada será gradativa, em esquema de rodízio entre os alunos, com 35% dos estudantes presentes a cada dia. A regra vale para todas as cidades do Estado que estão nas fases vermelha e laranja do Plano SP de flexibilização. Nas cidades que estão atualmente na fase amarela, como é o caso da capital e da Grande SP, a capacidade total é de até 70% dos estudantes. Segundo o governo do Estado de São Paulo, a decisão final a respeito da participação de cada aluno nas atividades presenciais cabe às famílias.

Foto: Divulgação/Secretaria de Educação do Estado de São Paulo

Leia também: “Professora universitária deseja a morte de alunos ricos”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês