Multiplique seus investimentos com a mágica dos juros altos

Saiba como investir R$ 300 mil em renda fixa e ganhar mais de 1% ao mês

Com a forte alta da taxa básica de juros (Selic) nos últimos meses, o Brasil voltou a ser o paraíso da renda fixa. Os investidores estrangeiros já perceberam as oportunidades e estão inundando o mercado local com bilhões de dólares, o que tem, inclusive, causado uma valorização do câmbio – desde o início do ano, o real acumula ganhos de cerca de 15% em relação à moeda americana. A boa notícia é que você pode obter os mesmos ganhos dos estrangeiros com uma estratégia simples e sem riscos, e com a ajuda de profissionais experientes.

O mercado de renda fixa é basicamente formado por títulos públicos e privados. Os títulos públicos são considerados os ativos de menor risco do mercado, pois um calote é altamente improvável. O problema é que a remuneração é baixa. Já os papéis privados, como CDBs, letras de câmbio, LCIs e LCAs, têm um risco atrelado à instituição financeira emissora. Exatamente por isso, costumam pagar taxas de juros bem maiores que as oferecidas pelo Tesouro Nacional. A proteção do investidor é oferecida pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) até o valor de R$ 250 mil por CPF, em cada instituição financeira.

Selecionar os melhores títulos públicos e papéis privados não é uma tarefa simples. A melhor estratégia é contar com a ajuda de profissionais do mercado – a equipe experiente e qualificada da Galapagos WM é referência em crédito privado. Além de avaliar as melhores taxas oferecidas e os prazos de cada operação, a equipe têm o timing certo para a compra e a venda dos papéis. Ao contrário de um senso comum, um investidor sem conhecimento pode perder dinheiro ao vender algum título de renda fixa num momento inadequado do mercado.

Para quem quer aproveitar a mágica dos juros altos e multiplicar o patrimônio, chegou a hora de ampliar e diversificar o portfólio de ativos de renda fixa. A carteira da Galapagos WM tem como alvo uma remuneração de CDI + 5% ao ano, patamar bem superior ao Tesouro Selic que, por exemplo, paga uma taxa muito próxima do CDI. Nos últimos dez anos, 85% das carteiras da Galapagos superaram essa meta de forma segura e consistente, sem os riscos desnecessários da Bolsa de Valores.  

Ações x Renda Fixa

Na última década, aliás, foi possível constatar que o retorno médio dos investimentos em ações perdeu até para os títulos públicos atrelados à inflação. “Quando comparamos o Índice Bovespa com a inflação brasileira nos últimos 10 anos, vemos que o Ibovespa superou a inflação em apenas 2,10% ao ano, ou seja, rentabilizou menos que o Tesouro IPCA nesse período, dado que os juros semestrais dos títulos Tesouro IPCA de até 5 anos foram, no geral, maiores que 2,10% ao ano”, explica Luís Barone, sócio e gestor da Galapagos WM.    

Atualmente, é possível investir R$ 300 mil em renda fixa e ganhar mais de 1% ao mês. Como o cenário é de alta de juros no Brasil, com a Selic podendo ultrapassar os 13% ao ano, os rendimentos tendem a aumentar ainda mais nos próximos meses. Ao se cadastrar na Galapagos WM, uma gestora independente e sem vínculos com instituições financeiras, você receberá uma planilha simuladora de renda fixa para avaliar o seu portfólio e escolher os melhores ativos, com taxa zero de investimento. 

Isenção de IR

No processo de diversificação de ativos de renda fixa, há boas opções que são isentas de Imposto de Renda (IR), como CRI, CRA, debênture, LCI e LCA. Cada classe de ativo tem característica diferente como prazos, riscos, variações e liquidez. Nem todas têm a proteção do FGC e, por isso, a equipe da Galapagos WM analisa minuciosamente cada oportunidade, sem interesses ocultos.

Por isso, desde seus primeiros anos de atuação no mercado, a Galapagos buscou trazer o modelo de gestão de recursos consolidado na Europa e Estados Unidos. Ele consiste na gestão de patrimônio por meio de uma taxa de remuneração fixa anual, eliminando o conflito de interesses que é comum no âmbito de assessores de investimento e agentes autônomos.