-Publicidade-

Fabrício Queiroz é levado para presídio do Rio de Janeiro

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi detido na manhã desta quinta-feira, 18
Fabrício Queiroz sendo levado para presídio em Benfica, bairro do Rio de Janeiro | Foto: REPRODUÇÃO/RECORD TV
Fabrício Queiroz sendo levado para presídio em Benfica, bairro do Rio de Janeiro | Foto: REPRODUÇÃO/RECORD TV | fabrício queiroz - polícia civil - ministério público - presídio do rio de janeiro - benfica

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi detido na manhã desta quinta-feira, 18, em Atibaia (SP)

fabrício queiroz - polícia civil - ministério público - presídio do rio de janeiro - benfica
Fabrício Queiroz sendo levado para presídio em Benfica, bairro do Rio de Janeiro | Foto: REPRODUÇÃO/RECORD TV

Preso na manhã de hoje em Atibaia (SP) em decorrência de operação conduzida pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de São Paulo, conforme noticiado por Oeste, o policial aposentado Fabrício Queiroz foi transferido. Depois de ser levado de helicóptero para o Rio de Janeiro, ele foi encaminhado para o presídio do bairro de Benfica, na zona norte da capital fluminense. Anteriormente, realizou exames no Instituto Médico Legal (IML).

Leia mais:Senador da Rede defende cassação de Flávio Bolsonaro

Fabrício Queiroz foi preso no interior paulista em ação da Operação Anjo. Ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro quando o hoje senador era deputado estadual no Rio de Janeiro, ele foi encontrado em uma casa de sítio em Atibaia. De acordo com informações do Ministério Público, ele estava em propriedade que pertence a um advogado que presta serviços à família do parlamentar.

Investigação

O policial aposentado tornou-se alvo do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) em 2018. Isso porque segundo os procuradores fluminenses, Queiroz foi responsável por movimentações financeiras suspeitas. Nesse sentido, ele e outros servidores, assessores e parlamentares da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) apareceram em relatório divulgado pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), conforme lembra a Agência Brasil.

Operação Anjo

Queiroz foi detido como parte dos trabalhos da Operação Anjo, que investiga as chamadas “rachadinhas” na Alerj. Nesse sentido, a ação não ficou restrita a ele. Isso porque outras medidas cautelares autorizadas pela Justiça foram cumpridas. O servidor da Alerj Matheus Azeredo Coutinho, os ex-funcionários da Casa legislativa fluminse Luiza Paes Souza e Alessandra Esteve Marins e o advogado Luis Gustavo Botto Maia foram alvos de decretos de buscas e apreensões nesta manhã.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Achei ótimo prenderem o Queiroz. Resolve isso de uma vez e ficamos livres do petistas falando “cadê o Queiroz”. Agora focamos esperando a prisão do assassino do Celso Daniel, do assassino das 10 testemunhas do caso Celso Daniel etc..

    1. A prisão de Queiroz pode provocar a cassação do mandato de Flávio Bolsonaro, a intenção é cercar os mais próximos do presidente para o atingir. Flávio pode até cair, não vai fazer muita falta, o importante é o pai se manter no cargo e se reeleger.

  2. Faço as seguintes observações, antes porém, devo informar que sou um leigo, não sou ligado à área da justiça.
    1 – O Fabrício Queiroz era procurado pela polícia? Era foragido de alguma prisão?
    2 – Caso negativo, qual seria o crime se estivesse hospedado em uma residência de um advogado ligado à família Bolsonaro? Ao meu ver, nada há de ilegal ele se hospedar nessa residência, desde que não fosse um foragido da justiça, estava apenas se refugiando da abordagem dessa imprensa fascista a chamada “grande imprensa”.
    Espero que tudo isso seja esclarecido e acho também que o Queiroz tem que por tudo em pratos limpos e acabar logo com essa novela aí.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês