-Publicidade-

Ministros do STF proferem mais de uma decisão por hora em 2020

Foram mais de 115 mil canetadas em um ano
O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes
O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Os ministros do Supremo Tribunal Federal proferiram 97.965 decisões monocráticas no ano passado. São cerca de 8.900 despachos para cada um dos 11 magistrados — ou 1,3 por hora, caso eles tivessem trabalhado 24 horas por dia durante os 366 dias de 2020. Além dessas, outras 17.711 sentenças coletivas foram proferidas em colegiado. Ao todo, a Corte apresentou 115.676 resoluções. Entre elas, o polêmico habeas corpus que liberou André do Rap, líder da facção criminosa PCC, e a prisão do jornalista Oswaldo Eustáquio, fundador de um site de notícias com seu nome.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

    1. Se eles usassem toda essa capacidade de trabalho para botar em dia os processos atrasados, seria maravilhoso! Mais ainda se usassem essa capacidade para fazer o bem – isto é, julgar com justiça e sabedoria, e apenas o que fosse da competência deles.

  1. O STF passou à ser uma Corte que Legisla e Executa…Uma aberração na harmonia dos poderes…além de ter poderes ditatoriais nas decisões liminares que nunca têm prazo para serem apreciadas pelo pleno…Isso não pode continuar assim…Não podemos dizer que estamos num Estado Democrático de Direito…

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês