-Publicidade-

Hong Kong veta importação de frango de frigorífico brasileiro

Segundo associação, frigorífico Aurora pode recorrer à Organização Mundial do Comércio, uma vez que o veto "não tem base científica"
Frigorífico da Aurora | Foto: Reprodução/Internet
Frigorífico da Aurora | Foto: Reprodução/Internet

Segundo associação, frigorífico Aurora pode recorrer à Organização Mundial do Comércio, uma vez que o veto “não tem base científica”

Aurora
Frigorífico da Aurora | Foto: Reprodução/Internet

O governo de Hong Kong suspendeu temporariamente a importação de carne de frango de uma unidade da Aurora Alimentos, em Xaxim, Santa Catarina.

A decisão da província semi-autônoma da China se deve a alegação de que foram encontrados, por outra cidade chinesa, traços do novo coronavírus em um lote de asa de frango congelada.

Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o anúncio de Hong Kong foi feito na quinta-feira, 13, mas até terça-feira, 18, não foi notificada oficialmente sobre a suspensão.

A ABPA, acrescenta que a Aurora Alimentos pode recorrer à Organização Mundial do Comércio (OMC) para resolver a questão, uma vez que o veto “não tem base científica”.

Testes

A confirmação do veto veio no mesmo dia em que a empresa concordou em testar 11 mil trabalhadores para coronavírus a partir de 21 de agosto em quatro de suas fábricas.

A Aurora Alimentos é a terceira maior processadora de carne de frango e suína do Brasil.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês