-Publicidade-

USP busca doação de sangue de quem se recuperou da covid-19

As pessoas que se contaminaram e se curaram da infecção, desenvolveram anticorpos no seu plasma que podem ser úteis para ajudar na recuperação de pacientes com formas mais graves da covid-19.

As pessoas que se contaminaram e se curaram da infecção desenvolveram anticorpos no plasma que podem ser úteis para ajudar na recuperação de outros pacientes

Foto: PxHere

O Hemocentro da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto, no interior do Estado, está buscando doadores de sangue entre pessoas que já se infectaram com o novo coronavírus.

O doador tem de ter tido a covid-19 confirmada, já estar recuperado e sem sintomas há pelo menos 14 dias. Segundo o hemocentro, a doação é segura, pode ser feita por meio de uma máquina que utiliza somente material descartável e demora cerca de 40 minutos.

O objetivo da entidade é utilizar o plasma do sangue doado (a parte líquida do sangue) para ser aplicado em pacientes que apresentem quadro grave da doença. As pessoas que se contaminaram e se curaram da infecção desenvolveram anticorpos no plasma que podem ser úteis para ajudar na recuperação de pacientes com formas mais graves da covid-19.

De acordo com o hemocentro, os médicos esperam que os pacientes que receberem o plasma proveniente de convalescentes da doença obtenham recuperação mais rápida, menor tempo de internação e menor risco de morte.

Para ser doadora, a pessoa deve pesar mais de 50 quilos, ser homem ou mulher que nunca engravidou. Será feita uma avaliação do voluntário no Hemocentro de Ribeirão Preto antes da doação, segundo informa a Agência Brasil.

Para saber mais informações:

Telefone  0800 979 6049

WhatsApp  16 9 9399 1259

Email  doador@hemocentro.fmrp.usp.br 

O experimento segue outras iniciativas de pesquisa semelhantes às que estão sendo realizadas na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na Faculdade de Medicina da USP em São Paulo e nos hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Algo no texto me chamou a atenção, que é o fato da mulher que tenha tido o Covid-19 que tenha sido gravida não pode doar. Por que isso?

    Liguei e ninguém atendeu. O número não é whatsapp.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês