-Publicidade-

Hackers norte-coreanos tentam atacar a AstraZeneca

Missão norte-coreana na Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra não respondeu a um pedido de esclarecimento
Ataque cibernético contra a Justiça Federal segue sem correção | Foto: Gerd Altmann/Pixabay
Ataque cibernético contra a Justiça Federal segue sem correção | Foto: Gerd Altmann/Pixabay | Hacker - ataque cibernético - trf-1

Missão do país asiático na Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra não respondeu a pedido de esclarecimento

Hacker
Hackers enviaram códigos nocivos para ter acesso ao computador da vítima | Foto: Gerd Altmann/Pixabay

Supostos hackers norte-coreanos tentaram invadir os sistemas da fabricante de vacinas britânica AstraZeneca nas últimas semanas. O caso foi revelado por duas fontes à agência Reuters.  

Os hackers fingiram ser recrutas do site de contatos profissionais LinkedIn e do WhatsApp para abordar funcionários da AstraZeneca com ofertas de emprego falsas, segundo as fontes. Após capturar alguns contatos, eles enviaram códigos nocivos criados para obter acesso ao computador das vítimas.

Leia também: “AztraZeneca admite erro e enfrenta crítica de cientistas”

A missão norte-coreana na Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra não respondeu a um pedido de esclarecimento. Pyongyang, que não tem nenhuma linha de contato direto com a mídia estrangeira, já negou realizar ataques cibernéticos.

Em anonimato, as fontes disseram que as técnicas usadas nos ataques mostraram que eles foram parte de uma campanha de invasão cibernética em andamento que autoridades dos Estados Unidos e pesquisadores de segurança cibernética atribuem à Coreia do Norte.

A AstraZeneca não quis comentar o assunto.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Muita coincidência, Coreia do Norte?? logo agora que AstraZeneca pediu autorização para ANVISA, e que tirando São Paulo e índia, mais nenhum pais quis a vachina do Dória. Muito suspeito.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês