Biomassa gerou 9% da energia elétrica do Brasil em 2018

Volume gerado correspondeu ao consumo somado de 40% dos lares brasileiros ao longo do ano

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
A biomassa de cana liderou a produção
A biomassa de cana liderou a produção | Foto: Reprodução/Ciese

Em 2018, o Brasil gerou 54,4 mil gigawatts-hora de energia elétrica com biomassa. Isso equivale a 9% de toda a eletricidade gerada no país no período.

Os números são do relatório Contas Econômicas Ambientais da Energia: Produtos da Biomassa. O Instituto Brasileiro (IBGE) de geografia e estatística divulgou o documento na quinta-feira 9. A intuição realizou a publicação em parceria com a Empresa de Pesquisa Energética, que também é vinculada ao governo federal, e a Agência Internacional de Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável apoiou a pesquisa em seus estágios iniciais.

A média nacional de consumo das residências do país era 160 quilowatts-hora por mês em 2018. Assim, a quantidade gerada de energia elétrica com biomassa seria capaz de alimentar 36 milhões de lares brasileiros por um ano. O Brasil tinha cerca de 71 milhões de domicílios na época. Ou seja: o volume produzido correspondeu à necessidade de em torno de 40% dos lares brasileiros ao longo do ano.

-Publicidade-

De acordo com o IBGE, o resíduo da cana liderou a produção de energia elétrica a partir de biomassa, com 62% do total. A lixívia — um subproduto da madeira — aparece em segundo lugar (27%), e lenha em terceiro (4,7%). Outros energéticos de biomassa, resíduos sólidos, biodiesel e carvão vegetal somam o restante (6,1%).

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.