BNDES suspende linha de crédito para o agro

Há 10 dias, banco já tinha paralisado financiamento no Programa para Construção e Ampliação de Armazéns
-Publicidade-
Estande do banco durante edição da Agrishow antes da pandemia | Foto: Divulgação/BNDES
Estande do banco durante edição da Agrishow antes da pandemia | Foto: Divulgação/BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou a suspensão do protocolo de pedidos de financiamento do Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop), devido à alta demanda pelo crédito rural neste início da safra 2021/2022. A medida aconteceu dez dias depois de a instituição paralisar o recebimento de propostas no âmbito do Programa para Construção e Ampliação de Armazéns.

Leia também: “Plano Safra vai destinar R$ 251,2 bi para pequenos, médios e grandes produtores”

No Plano Safra, anunciado pelo governo, foi destinado R$ 1 bilhão, com juros de 8% ao ano, ao programa que visa a aumentar a competitividade das cooperativas. No documento, o BNDES diz que “permanece disponibilizando recursos aos produtores rurais e suas cooperativas por meio de outras linhas de crédito”.

-Publicidade-

Leia mais: “Calote de Cuba e Venezuela no BNDES chega a R$ 3,5 bilhões”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

  1. Esse BNDES não pode mais emprestar para os produtores deste país, está proibido. Empresta apenas para países socialistas. Deveria chamar BNDS – Banco Nacional de Desenvolvimento Social, tira o Econômico.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro