Empresas firmam parceria para aplicar biodefensivos com drones

Prática começará a ser utilizada na atual safra e pretende cobrir 250 mil hectares em território nacional
-Publicidade-
Drone sobrevoa área para pulverização da lavoura | Foto: Divulgação/Jacto
Drone sobrevoa área para pulverização da lavoura | Foto: Divulgação/Jacto

A Jacto, empresa de máquinas e soluções agrícolas, e a Koppert, fabricante de defensivos biológicos, firmaram um acordo para utilizar drones na aplicação de biodefensivos macrobiológicos — que têm como base produtos naturais. A princípio, a parceria é voltada para culturas de grãos e fibras e começará na safra 2021/2022, informam em nota.

Leia mais: “Shell e Gerdau firmam parceria para a criação de parque de energia solar”

A previsão é que a técnica de aplicação seja colocada em prática em pelo menos 250 mil hectares em território nacional. O objetivo é oferecer um serviço integrado aos produtores rurais com treinamento e capacitação para aplicação dos insumos, de acordo com o diretor comercial da Koppert, Gustavo Hermann. Para a Jacto, a parceria está dentro da proposta de oferecer serviços a partir da Jacto Next, nova área de negócios responsável pela comercialização e entrega de serviços especializados na produção agropecuária.

-Publicidade-

Leia também: “Empresas fecham acordo para criar gigante no setor de frango dos EUA”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro