Invasão russa derruba exportações de grãos da Ucrânia

O país deve embarcar cerca de 50 milhões de toneladas
-Publicidade-
Trigo está na pauta de exportações da Ucrânia
Trigo está na pauta de exportações da Ucrânia | Foto: Reprodução/Pixabay

O Conselho Mundial de Grãos (IGC, na sigla em inglês) reduziu em um quarto a previsão da exportação de grãos da Ucrânia para a safra atual. A queda ocorre em meio à invasão russa ao país. O órgão divulgou a revisão na quinta-feira 17.

No mês passado, o IGC previa que os embarques de grãos da Ucrânia superariam 60 milhões de toneladas. Ontem, essa projeção foi revista para pouco menos de 50 milhões de toneladas.

“As ameaças imediatas estão focadas principalmente na interrupção dos fluxos de exportação”, afirmou o Conselho, em um relatório mensal. “Os carregamentos comerciais nos portos do Mar Negro estão atualmente suspensos na Ucrânia“.

-Publicidade-

De acordo com o IGC, “mesmo com os esforços para aumentar as exportações por meio de rotas ferroviárias através das fronteiras ocidentais do país, os volumes gerais provavelmente serão limitados”.

A perspectiva de exportação de milho da Ucrânia caiu para pouco mais de 20 milhões, ante a projeção pouco acima de 30 milhões feita anteriormente; as de trigo foram de praticamente de 25 milhões para cerca de 20 milhões.

Os envios de grãos dos russos também foram revisados para baixo. A queda prevista nesse caso é inferior a 1 milhão de toneladas. Assim, a Rússia deve manter sua exportação acima de 37 milhões de toneladas.

Desse modo, embora com o território sob ataque, a exportação de grãos da Ucrânia deve ser maior que a russa.

Leia também: “Devagar, malfeito e complicado”, reportagem de capa publicada na Edição 102 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.