Registro da produção de cacau moído aumenta em janeiro

Associação do setor ampliou a base de informações para incluir empresas não vinculadas
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Pixabay
Foto: Divulgação/Pixabay

A produção de cacau moído no Brasil cresceu 20% em janeiro de 2022, em comparação com o mesmo mês do ano anterior. A quantidade saltou de pouco mais de 20 mil toneladas para quase 25 mil toneladas.

Os números são de um levantamento do SindiDados – Campos Consultores. A Associação das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC) repercutiu o dado. De acordo com o órgão, a média mensal da moagem em 2021 ficou abaixo de 20 mil toneladas.

Segundo a AIPC, parte do crescimento se deve ao aumento na base de informações, “que, a partir de janeiro de 2022, passou a compilar não só os dados das indústrias associadas à AIPC, mas também de outras empresas que processam cacau no Brasil”.

-Publicidade-

“Esse trabalho de ampliação da base de dados é de fundamental importância para a cadeia, porque passa a abranger não só as grandes moageiras, mas também as indústrias menores, inclusive aquelas voltadas para o mercado bean e tree to bar”, disse Anna Paula Losi, diretora-executiva da AIPC. Com isso, o setor só tem a ganhar, com informações cada vez mais completas e transparentes.”

A Bahia liderou a produção de janeiro deste ano, com quase 7 mil toneladas. A segunda posição ficou com o Pará, com pouco mais de 4 mil toneladas.

Exportação de derivados de cacau

A venda dos derivados de cacau brasileiro para outros países atingiu cerca de 5 mil toneladas, valor estável em relação a janeiro do ano passado. Em 2021, as exportações dos itens somaram 55 mil toneladas.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.