Anvisa publica lista com 150 emagrecedores proibidos no Brasil

O objetivo é facilitar a identificação do comércio irregular
-Publicidade-
A lista, que será atualizada mensalmente, contempla todos os produtos que foram sujeitos à determinação de recolhimento
A lista, que será atualizada mensalmente, contempla todos os produtos que foram sujeitos à determinação de recolhimento | Foto: Arquivo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou uma lista com mais de 150 produtos emagrecedores proibidos no Brasil. O objetivo é facilitar a identificação do comércio irregular desses produtos.

A autarquia informou que o grupo de emagrecedores avaliados não alcançou critérios de segurança, eficácia e qualidade da Anvisa. O documento sobre a análise feita pela agência reguladora foi publicado na sexta-feira 25.

A medida pretende ampliar o acesso à informação, tanto para estabelecimentos que vendem esse tipo de produto, como para médicos e pacientes.

-Publicidade-

A lista, que será atualizada mensalmente, contempla todos os produtos sujeitos à determinação de recolhimento, além da proibição de fabricação, distribuição, comércio, propaganda e uso.

A Anvisa lembrou ainda que já existe uma ferramenta de consultas, em que é possível buscar pelo nome ou empresa todos os emagrecedores irregulares identificados pela Agência.

Denúncias podem ser feitas às vigilâncias sanitárias dos Estados ou para a ouvidoria da Anvisa. Devem ser fornecidas informações como o nome do produto e do fabricante, o local de aquisição, a nota fiscal e, se possível, uma amostra do produto, para que as irregularidades sejam apuradas.

Leia também: “O mundo se despede da pandemia”, reportagem de Artur Piva e Paula Leal publicada na Edição 101 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.