Banco do Brasil desmente pedido de demissão de André Brandão

Os rumores de uma possível renúncia fizeram as ações da instituição financeira despencar
-Publicidade-
André Brandão segue como presidente do Banco do Brasil
André Brandão segue como presidente do Banco do Brasil | Foto: Divulgação

O Banco do Brasil negou que o presidente André Brandão tenha colocado o cargo à disposição na sexta-feira 26. A renúncia do executivo estaria relacionada a supostos desentendimentos dele com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). “Fatos adicionais, julgados relevantes, serão prontamente divulgados ao mercado”, informou o BB. Os rumores da saída de Brandão ganharam força e fizeram as ações do Banco do Brasil fechar a semana com queda de 4,92%, afundando o Ibovespa para a casa dos 110 mil pontos. Este foi o pior desempenho do principal índice da B3 desde o fim de novembro. O presidente do Banco do Brasil, que assumiu o cargo em setembro do ano passado com a saída de Rubem Novaes, estaria em rota de colisão com Bolsonaro desde o início do ano, após o BB anunciar um programa para redução de agências e demissão voluntária. Na semana passada, Brandão afirmou que o clima era resultado de uma falha de comunicação entre as partes. Na época, os boatos de saída também derrubaram as ações do BB no mercado.

Leia também: “Contra Bolsonaro, servidores do Banco do Brasil paralisam atividades”

-Publicidade-

Com informações da Jovem Pan

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Como êsses rumores surgem? Quem criou e/ou divulgou tais rumores tinha plena consciência dos rebatimentos no movimento da tal bolsa de valores. Então, sabia perfeitamente que pessoas ganhariam com a baixa dos papéis do Banco do Brasil e da Bolsa como um todo. Essas coisas não acontecem por acaso.

  2. Como êsses rumores surgem? Quem criou e/ou divulgou tais rumores tinha plena consciência dos rebatimentos no movimento da tal bolsa de valores. Então, sabia perfeitamente que pessoas ganhariam com a baixa dos papéis do Banco do Brasil e da Bolsa como um todo. Essas coisas não acontecem por acaso. eSTA ´PE A PRIMEIRA VEZ QUE EU ESTOU FAZENDO ÊSTE COMENTÁRIO. pORTANTO, NADA HÁ REPETIDO. eU NÃO DISSE ISSO ANTES.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.