Conab adota medidas para garantir abastecimento de hortifrútis

O órgão também monitora o aumento de preços e reforça que não haverá desabastecimento.
-Publicidade-

Órgão também monitora o aumento de preços durante a pandemia do novo coronavírus

Foto: PxHere
-Publicidade-

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou um boletim com medidas para garantir o abastecimento de hortifrútis no comércio durante a pandemia do coronavírus. O órgão também monitora o aumento de preços e reforça que não haverá desabastecimento, como foi noticiado por Oeste.

“Houve uma corrida aos mercados com o temor de um possível desabastecimento, o que não está acontecendo. Os estabelecimentos de hortifrútis e supermercados intensificaram as compras”, lembra o diretor de Operações e Abastecimento da Conab, Bruno Scalon Cordeiro.

Além de medidas sanitárias, as Ceasas (centrais de abastecimento) promovem o controle quantitativo de pessoas que acessam os mercados e realizam campanhas de orientação direcionadas aos funcionários e usuários.

Ações preventivas adotadas pelas Ceasas têm garantido que os produtos hortifrutigranjeiros continuem chegando de forma segura a todos os usuários, de acordo com a Agência Brasil.

Aumento de preço

No levantamento das frutas, entre as mais caras está a laranja. O estudo associa o fato à maior demanda por cítricos em geral. Como é rica em vitamina C e auxilia no aumento da imunidade, essa fruta passou a ser mais procurada pelos consumidores, o que fez com que o preço se elevasse.

Segundo o presidente da Conab, Guilherme Bastos, as exceções ficaram com a maçã, com baixa de preço variando entre -3,38% (em Minas Gerais) e -7,14% (Pernambuco), e as folhosas perecíveis, caso da alface, que registrou baixa de -15,69% no Espírito Santo e de -9,84% em São Paulo.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.