Coronavírus: Brasil já tem mais seringas do que vacinas

Conforme 'Oeste' antecipou, não vai faltar seringa para a vacina
-Publicidade-
Foto: Lidianne Andrade/Estadão Conteúdo
Foto: Lidianne Andrade/Estadão Conteúdo | Foto: Lidianne Andrade/Estadão Conteúdo

Conforme ‘Oeste’ antecipou, não vai faltar seringa para vacinação

vacina da oxford
O país conta com 14 seringas por cada dose para iniciar seu programa de vacinação contra o coronavírus | Foto: Lidianne Andrade/Estadão Conteúdo

O Brasil tem 180 milhões de seringas com agulhas e 12,8 milhões de doses de vacinas para começar a imunização contra a covid-19. Na quarta-feira 13, o Ministério da Saúde já contabilizava 100 milhões de seringas e agulhas próprias destinadas à imunização para conter a pandemia. A maior parte, 60 milhões, foi adquirida por requisição da quantidade excedente produzida pela indústria e o restante, 40 milhões, através da Organização Pan-americana de Saúde. Além disso, as contas ministeriais indicam outros 80 milhões de kits em posse dos Estados. Quanto aos imunizantes, o governo federal anunciou que, neste sábado, 16, devem chegar ao Brasil 2 milhões de doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca, e cerca de 10,8 milhões de doses da CoronaVac —  desenvolvida pela chinesa Sinovac — que já estão disponíveis no Instituto Butantan, em São Paulo. Resumindo: o país conta com 14 seringas por cada dose para iniciar seu programa de vacinação contra o coronavírus.

-Publicidade-

Conforme Oeste antecipou, não vai faltar seringa para a vacinação. O que falta, agora, é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária dar a autorização de uso dos imunizantes. Isso pode acontecer neste domingo, 17, quando a entidade federal terá reunião com a Fundação Oswaldo Cruz — que é parceira da Oxford no Brasil — e com o Instituto Butantan para definir como será o uso emergencial desses produtos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Esta informação não é a mesma divulgada pela Associação dos fabricantes de seringas e agulhas que afirmou hoje em nota que o país comprou apenas 80 milhões de fabricantes estrangeiros e 40 milhões de fabricantes nacionais. Também o Tribunal de contas da União em Nota divulgada, avalia que as compras são insuficientes porque o último Pregão realizado comprou apenas 3% do total previsto, tanto é que hoje o Governo abriu nova licitação. Uma oferta feita em setembro de 2020 somente foi analisada e aceita três meses depois em dezembro. O Governador de Minas Gerais – por exemplo- já efetuou a compra das seringas e agulhas. Por gentileza não critiquem meu comentário, pois os dados são oficiais retirados do próprio Governo Federal. Não estou desacreditando da matéria da Oeste, estou apenas fazendo um contra ponto (sem ideologia) dos dados que são apresentados pelo próprio Governo.

  2. Vou começar uma guerra de politização. Não tomo aspirina. Sou a favor do melhoral. A Dilma tá certa. O Brasil com tantas seringueiras não poderia faltar seringas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.