Na China, marco zero da pandemia quer atrair turistas

Visitantes aparecem em vídeo publicitário passeando sem máscaras ou outra qualquer tipo de restrição
-Publicidade-
Turistas aparecem sem máscaras passeando por Wuhan, na China | Foto: Divulgação/Redes sociais
Turistas aparecem sem máscaras passeando por Wuhan, na China | Foto: Divulgação/Redes sociais

Visitantes aparecem em vídeo publicitário passeando sem máscara ou qualquer tipo de restrição

Turistas aparecem sem máscaras passeando por Wuhan, na China | Foto: Divulgação/Redes sociais

O vídeo Looking forward to meeting you in Wuhan (em tradução livre, Ansioso para encontrar você em Wuhan) foi postado no fim de novembro nas redes sociais pelo Escritório de Cultura e Turismo de Wuhan  — a cidade chinesa onde teve início a pandemia por coronavírus. A peça publicitária apresenta várias imagens de turistas passeando sem máscara ou qualquer restrição à liberdade de ir e vir.

-Publicidade-

Leia também: “Com festa rave, Wuhan volta ao velho normal”

Enquanto isso, fora da China, governos estão cancelando até mesmo as comemorações para a virada do ano. No Estado de São Paulo, o governador João Doria anunciou a proibição, inclusive, das festas particulares no réveillon.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro