-Publicidade-

Para ‘evitar covid’, Dinamarca sacrificará milhões de animais

Governo de esquerda informa que os visons do país sofreram mutações do coronavírus
Animais se parecem com as doninhas | Foto: Dzīvnieku brīvība/Flickr
Animais se parecem com as doninhas | Foto: Dzīvnieku brīvība/Flickr | Animais se parecem com as doninhas | Foto: Dzīvnieku brīvība/Flickr

Governo de esquerda informa que ‘visons’ contraíram coronavírus com mutação

para evitar covid
Animais se parecem com as doninhas | Foto: Dzīvnieku brīvība/Flickr

O governo de esquerda da Dinamarca anunciou que sacrificará nos próximos dias 17 milhões de visons criados em fazendas para a fabricação de casacos. O animal se parece com a doninha. Segundo as autoridades daquele país, o objetivo da medida é evitar a propagação de uma nova mutação do coronavírus, de modo que prejudique o desenvolvimento de um imunizante capaz de vencer a covid-19. Um estudo preliminar garante que 12 pessoas contraíram a doença através do animal. “O vírus que sofreu mutação nos visons poderia representar um risco de que futuras vacinas não funcionem como deveriam. É preciso sacrificar todos“, anunciou a primeira-ministra Mette Frederiksen, na quinta-feira 5. O governo prometeu compensações aos criadores. O setor emprega 6 mil pessoas no país, de 5,8 milhões de habitantes.

Leia também: “Para evitar a covid-19, obrigatoriedade ou não da vacina? Entenda”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

9 comentários

    1. Ou a eco-terrorista mirim Greta Tum-não sei das quantas? Nessas horas, os extremistas se calam; os mesmos que querem que as pessoas se abstenham de comer carne ou frango. Palhaçada!

  1. Se fosse Bolsonaro divulgando algo assim a França e a Alemanha já teriam dedencadeado campanha para salvar os rinocerontes e as zebras brasileiras deste morticínio. O ato e bárbaro mas a ironia cabe pelo fato que há dois pesos e duas medidas. Foi um governo europeu e de esquerda quem divulgou o tal Ato de sacrificar os animais.

  2. Cadê a retardada da Suécia pra atacar os horríveis esquerdistas dinamarqueses? A culpa agora é dos visons, essa é a esquerda esquizofrênica, procuram uma segunda onda (que ninguém minimamente inteligente acredita) a qualquer custo.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês