-Publicidade-

Prefeitura de SP libera volta às aulas a partir de 1º de fevereiro

As escolas de toda a rede de ensino poderão operar com 35% da capacidade
Na rede municipal, os alunos vão retornar em 15 de fevereiro
Na rede municipal, os alunos vão retornar em 15 de fevereiro | Foto: Werther Santana/Estadão Conteúdo

A Prefeitura de São Paulo autorizou o retorno das aulas presenciais na cidade a partir de 1° de fevereiro. As escolas de toda a rede de ensino poderão inicialmente operar com 35% da capacidade. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 14, durante coletiva de imprensa virtual da gestão municipal.

“A Vigilância Sanitária recomenda o retorno seletivo para toda a rede de ensino no município privada e pública a partir de 1º de fevereiro, com a capacidade de 35% desses equipamentos a ser ocupados”, disse o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

Na rede municipal, os alunos vão retornar em 15 de fevereiro. Entretanto, a rede particular tem autorização para iniciar antes, se assim desejar.

A secretária-adjunta de Educação, Minéia Fratelli, explicou que os primeiros 15 dias serão usados para acolhimento dos professores e preparação das escolas. Ela também destacou que a presença dos alunos não será obrigatória.

Leia também: “Com fechamento das escolas, aprendizagem pode retroceder até 4 anos”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Como funciona? 35% das crianças estudaram e 65% perderão mais um ano letivo, ou para cada dia de aula os alunos terão dois dias sem aula, fora os finais de semana feriados e férias. Será mais um ano de aprendizado roubado das nossas crianças.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês