Ritmo de óbitos por coronavírus no Brasil para de crescer

Ritmo de óbitos por coronavírus no Brasil para de crescer
-Publicidade-

O chamado “platô” vem se desenhando há seis semanas

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, o Brasil está atualmente na fase chamada de “platô” com relação ao registro de mortes por coronavírus. Isso significa que o número de óbitos se mantém estável e deve começar a diminuir em breve.

-Publicidade-

Durante a semana de número 9, exatamente na Quarta-Feira de Cinzas, 25 de fevereiro, o primeiro caso de contaminação pelo vírus chinês foi notificado no país. Na 13ª semana, os primeiros 18 óbitos foram registrados. Daí até a 23ª semana aconteceu o que se costuma chamar de “escalada”.

A partir das semanas seguintes, o ritmo de crescimento se manteve estável. Foram 7.096 novos óbitos na semana 24, 6.790 na 25, 7.256 na 26, 7.094 na 27, e, finalmente, 7.195 na semana 28 (a última completa até o momento).

São Paulo

A situação é semelhante ao que acontece no Estado de São Paulo, o mais atingido pela epidemia em números absolutos. Na sexta-feira 10, o governador João Doria celebrou justamente essa “estabilização” no registro de mortes nas últimas seis semanas. “Iniciamos uma nova fase na luta contra a pandemia, que marca gradualmente o retorno à normalidade”, comemorou Doria. “Uma fase que resgata a nossa esperança e alimenta o nosso otimismo.”

Em síntese, o platô da pandemia no Brasil está se desenhando. O vírus importado da China começa a ser domado pelos brasileiros. O próximo passo é voltar a fazer a economia girar antes que o desemprego se transforme na principal causa mortis no país.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.