-Publicidade-

Coronavírus impulsiona fortuna dos bilionários da saúde no Brasil

Grandes empresários do setor tiveram aumento médio de 134% no patrimônio líquido
Fortunas mais que dobraram
Fortunas mais que dobraram | Foto: Governo do Estado de São Paulo/flickr

Os bilionários do setor de saúde ficaram ainda mais ricos durante a pandemia. De acordo com um levantamento feito pela revista Forbes, as fortunas desse seleto grupo passaram, em média, de US$ 1,64 bilhão para US$ 3,85 bilhões de um ano para o outro — um aumento de 134,76%. O maior crescimento foi registrado para o empresário e médico Jorge Moll Filho. O fundador da Rede D’Or pulou da 16ª para a terceira posição no ranking dos bilionários brasileiros elaborado pela publicação. Seu patrimônio líquido elevou-se de US$ 2 bilhões (em abril de 2020) para US$ 13 bilhões (no começo de fevereiro de 2021).

Leia também: “Governo do Ceará vai gastar mais de R$ 500 mil com livro sobre a covid-19”

Também merecem destaque os membros da família controladora do Grupo Dasa, especializado em diagnósticos clínicos. Eles viram disparar as ações da companhia em janeiro deste ano — entre os dias 8 e 15, os papéis tiveram uma valorização de 62,5%. Como resultado, Dulce Pugliese de Godoy Bueno (hoje com US$ 6,4 bilhões) se tornou a mulher mais rica do Brasil e Pedro Godoy Bueno (US$ 3,2 bilhões), filho da empresária, ficou com o posto de empresário jovem mais rico do Brasil e entrou para a lista dos dez bilionários mais jovens do mundo.

Veja a lista dos 10 empresários do setor de saúde mais ricos do país, segundo a Forbes

1º. Jorge Moll Filho

Patrimônio em abril de 2020: US$ 2 bilhões
Fortuna atual: US$ 13 bilhões
Valorização: 550%
Empresa: Rede D’Or

2º. Dulce Pugliese de Godoy Bueno

Patrimônio em abril de 2020: US$ 3,5 bilhões
Fortuna atual: US$ 6,4 bilhões
Valorização: 82,85%
Empresa: Grupo Dasa

3º. Candido Pinheiro Koren de Lima

Patrimônio em abril de 2020: US$ 1,6 bilhão
Fortuna atual: US$ 4,4 bilhões
Valorização: 175%
Empresa: Grupo Hapvida

4º. Camilla de Godoy Bueno Grossi

Patrimônio em abril de 2020: US$ 1,1 bilhão
Fortuna atual: US$ 3,3 bilhões
Valorização: 200%
Empresa: Grupo Dasa

5º. Pedro de Godoy Bueno

Patrimônio em abril de 2020: US$ 1,1 bilhão
Fortuna atual: US$ 3,2 bilhões
Valorização: 190%
Empresa: Grupo Dasa

6º. Carlos Sanchez

Patrimônio em abril de 2020: US$ 1,9 bilhão
Fortuna atual: US$ 2,7 bilhões
Valorização: 42,1%
Empresa: EMS

7º. Candido Koren de Lima Junior

Patrimônio em abril de 2019: US$ 1,2 bilhão
Fortuna atual: US$ 2,2 bilhões
Valorização: 83%
Empresa: Grupo Hapvida

8º. Jorge Pinheiro Koren de Lima

Patrimônio em abril de 2019: US$ 1,2 bilhão
Fortuna atual: US$ 2,2 bilhões
Valorização: 83%
Empresa: Grupo Hapvida

9º. João Alves de Queiroz Filho

Patrimônio em abril de 2020: US$ 1,2 bilhão
Fortuna atual: US$ 2,1 bilhões
Valorização: 75%
Empresa: Hypera Pharma

10º. Samuel Barata

Patrimônio em abril de 2020: US$ 1,1 bilhão
Fortuna atual: US$ 1,5 bilhão
Valorização: 26,66%
Empresa: Drogaria Pacheco

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês