Estado de São Paulo confirma primeira morte pela variante Delta

Vítima foi uma mulher de 74 anos, que apresentava comorbidades e já havia recebido as duas doses da CoronaVac
-Publicidade-
Variante Delta do coronavírus fez a primeira vítima no Estado de São Paulo
Variante Delta do coronavírus fez a primeira vítima no Estado de São Paulo | Foto: Gerd Altmann/Divulgação/Pixabay

O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, confirmou nesta terça-feira, 31, a primeira morte causada pela variante Delta do coronavírus no Estado. O caso foi registrado na cidade de Piracicaba, no interior paulista.

Trata-se de uma mulher de 74 anos, que apresentava comorbidades e já havia recebido as duas doses da CoronaVac. À GloboNews, Gorinchteyn não deu maiores detalhes e informou que novos dados serão divulgados durante a entrevista coletiva do governador João Doria (PSDB), marcada para quarta-feira 1°, no Palácio dos Bandeirantes.

Leia mais: “Estado de São Paulo ultrapassa 50 milhões de doses contra covid-19”

-Publicidade-

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil contabiliza até o momento 1.051 casos confirmados de infecção pela variante Delta, com 41 mortes. A nova cepa do coronavírus está presente em 15 Estados e no Distrito Federal.

Leia também: “Hospitais de referência para covid-19 caem de 24 para 5 em São Paulo”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários

  1. Fecha tudo, todos para dentro de casa a economia a gente vê depois, Mandem mais dinheiro para os governadores e os prefeitecos, a Delta chegou!!!!
    as vacinas não funcionam contra ela então “Fiquem em casa por favor” estamos salvando Vidas é Ciência!!!tome Dipirona e se sentir falta de ar quando não estiver mais conseguindo respirar ai sim vá ao hospital/protocolo calcinhamandeta.

  2. É mesmo. Precisamos de mais um fechamento bem radical. Afinal, assim se contém propagação de vírus. Toque de recolher, 10 máscaras triplas, tudo fechado. Precisamos do centro de contingência da covid urgente. Mas a gente não precisa se preocupar: na hora de votar ano que vem, o vírus da uma trégua… mas sem deixar de lado as “medidas de protecao”. Levem suas canetas, álcool e máscaras… máscaras para sempre.

  3. O governador Agripino Dória e o Dimas Covas afirmaram categoricamente que a vachina daria 100% de proteção para casos graves e óbitos. O próprio Instituto Butantan publicou essa informação. A maior parte da imprensa replicou os dados inúmeras vezes. Até agora não vi qualquer retratação pública

  4. E lá vai a 3ª dose dessa picada dos picaretas paulistas. Vai resolver? Não sei, mas consultem o governador deles e o Instituto Butantan também, instituição confiável, acima de qualquer suspeita.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro