Justiça determina que Eike Batista use bens pessoais para ressarcir credores

Imóveis, lanchas, relógios, um fundo de investimentos e direitos minerários do empresário podem entrar na lista
-Publicidade-
Eike Batista já foi um dos homens mais ricos do mundo
Eike Batista já foi um dos homens mais ricos do mundo | Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

A 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais negou na última terça-feira, 20, recurso da MMX Sudeste Mineração que buscava evitar a falência da empresa. A juíza responsável pelo caso, Cláudia Batista, avaliou que a companhia descumpriu termos previstos no plano de recuperação judicial, iniciado em 2014.

Com isso, Eike Batista e o filho, Thor Batista, terão de usar bens pessoais para ressarcir credores. Imóveis, lanchas, relógios, um fundo de investimentos e direitos minerários dos empresários podem entrar na lista. O pagamento aos credores deve começar ainda em 2021, segundo o administrador judicial da MMX, Bernardo Bicalho.

Leia também: “Mineradora de Eike Batista tem nova falência decretada”

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site