Mourão defende voto auditável: ‘Não vejo problema’

Vice-presidente disse que a discussão em torno do tema é 'inócua'
-Publicidade-
'Eu não vejo problema em que haja a impressão do voto', afirmou o vice-presidente da República
'Eu não vejo problema em que haja a impressão do voto', afirmou o vice-presidente da República | Foto: Romério Cunha/VPR

O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu nesta segunda-feira, 5, o voto auditável nas eleições de 2022. A proposta é uma das bandeiras do presidente Jair Bolsonaro, mas enfrenta forte resistência no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e no Supremo Tribunal Federal (STF).

“Eu não vejo problema em que haja a impressão do voto, conforme eu já falei aqui para vocês. Igual a quando você vai em um banco ali. Imprime e coloca em uma urna na frente do mesário e pronto. Se alguém tiver dúvida, conta aquilo ali”, afirmou o general. “Não vejo problema nisso. Acho que é uma discussão que está sendo inócua.”

Leia também: “‘Não identifico fraude nas urnas’, diz Pacheco, ao defender voto eletrônico”

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site