Revista Oeste - Eleições 2022

Não é aceitável culpar o governo por mortes na Amazônia

Rodrigo Constantino critica a politização do assassinato do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira
-Publicidade-
Rodrigo Constantino fala das reações que tentaram responsabilizar diretamente o presidente
Rodrigo Constantino fala das reações que tentaram responsabilizar diretamente o presidente | Foto: INA/Reprodução

Em artigo publicado na Edição 177 da Revista Oeste, Rodrigo Constantino comenta a politização sobre a morte na Amazônia do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira.

O colunista critica o oportunismo de usar o episódio da morte na Amazônia, em uma “terra de ninguém”, para tentar atingir o presidente Jair Bolsonaro, em movimentos que partiram de esferas de poder e da imprensa.

Leia um trecho

-Publicidade-

“E essa turma viu no desaparecimento do indigenista e do jornalista uma oportunidade de ouro para atacar uma vez mais Bolsonaro. Antes de a polícia desvendar o caso, o presidente do STF, o ministro Luiz Fux, anunciou a criação de um grupo de trabalho para monitorar o episódio do desaparecimento da dupla. A frente vai contar com a presença do ator e diretor Wagner Moura, defensor da extrema esquerda. Também integram a frente de trabalho do CNJ o fotógrafo Sebastião Salgado, a antropóloga Manuela Carneiro da Cunha e a juíza auxiliar da presidência do Conselho Nacional de Justiça Lívia Cristina Marques Peres. É tudo um grande teatro!

Mas pior do que tentar tirar um proveito de imagem com o caso é acusar o presidente pelo sumiço ou pela morte dos dois. E teve jornalista que fez exatamente isso! Responsabilizar Bolsonaro pela morte de duas pessoas numa ‘terra de ninguém’ como a Amazônia é a coisa mais abjeta que esse pessoal fez até aqui, e olha que a concorrência é acirrada. São os mesmos que culpam o presidente por cada morte na pandemia, ignorando as mortes em igual proporção na vizinha Argentina, governada por um lulista.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 117 da Revista Oeste vai além do texto de Rodrigo Constantino. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de Branca Nunes, Silvio Navarro, J.R. Guzzo, Augusto Nunes, Ana Paula Henkel, Guilherme Fiuza, Bruno Freitas, Cristyan Costa, Dagomir Marquezi, Ubiratan Jorge Iorio, Bruno Meyer, Evaristo de Miranda e Theodore Dalrymple.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Esse Wagner Moura, qual a moral de fazer parte dessa comissão, por outro lado, a culpa é desse presidente do ” instituto lula “, LUIS FUX “BRUNET” !!!!!!!!!!!!!

  2. Constantino é um estúpido puxa-saco de Bolsonoro, ainda bem que Bolsonoro anda de jet-ski, já estava afogado a muito tempo. O culpado dos assassino foram dos jornalista e do indianista, ele ficaram na frente das armas. Só uma anta estúpida. Babão de ovo!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.