PF investiga fraude no fundo de pensão dos Correios

Ação cumpre 19 mandados de busca e apreensão em SP, DF e PR
-Publicidade-
Privatização dos Correios está em discussão no Senado; Projeto já foi aprovado na Câmara | Foto: Divulgação/Agência Brasil
Privatização dos Correios está em discussão no Senado; Projeto já foi aprovado na Câmara | Foto: Divulgação/Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira, 17, uma operação para investigar fraudes contra o Instituto de Previdência Complementar Postalis, o fundo de pensão de funcionários dos Correios. A ação, batizada de Amigo Germânico, apura “crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa, crimes contra o sistema financeiro nacional e corrupção”. Segundo a investigação, os gestores recebiam uma espécie de “comissão” em troca da indicação de empresas para gerir os ativos e atuar no aconselhamento técnico-jurídico da entidade.

Leia mais: “Privatização dos Correios: Márcio Bittar é nomeado relator do projeto de lei no Senado”

Cerca de 44 policiais federais cumprem 19 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, Paraná e em São Paulo. Não há prisões. Por determinação da Justiça, foram bloqueados R$ 16 milhões dos investigados. O valor corresponde ao limite estimado de prejuízos causados ao Postalis.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.