Sargento da Marinha é condenado por abuso sexual em missão da ONU no Líbano

Justiça Militar da União determinou a exclusão do homem das Forças Armadas
-Publicidade-
Sargento da Marinha será expulso das Forças Armadas
Sargento da Marinha será expulso das Forças Armadas | Foto: Divulgação/Marinha

Um sargento da Marinha do Brasil foi condenado a quatro anos, cinco meses e 22 dias de reclusão por abuso sexual em uma missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), no Líbano, em 2019. A decisão é da Justiça Militar da União, em Brasília, que também determinou a exclusão do sargento das Forças Armadas.

Segundo a Justiça Militar, o homem fazia parte do contingente brasileiro da ONU, os chamados blue helmets. Os integrantes desse grupo representam, em primeiro plano, a ONU, e, depois, o Brasil. Por isso, ele teve a pena aumentada em um quinto. A identidade do acusado não foi divulgada.

-Publicidade-

O sargento pode recorrer ao Superior Tribunal Militar (STM).

Com informações do portal G1

Leia também: “Maior embarcação da Marinha do Irã naufraga no Golfo de Omã”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site