-Publicidade-

Vacina da Oxford: Fiocruz promete 1 milhão de doses até sexta-feira

O Ministério da Saúde ficará responsável por distribuir as unidades aos Estados e municípios
As vacinas são envasadas com o ingrediente farmacêutico ativo (IFA) importado da China
As vacinas são envasadas com o ingrediente farmacêutico ativo (IFA) importado da China | Foto: Cadu Rolim/Estadão Conteúdo

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) se comprometeu a entregar as primeiras doses da vacina contra a covid-19 produzidas pela instituição: 1,080 milhão de unidades, até a sexta-feira 19. As primeiras 500 mil serão enviadas até amanhã e as outras 580 mil, dois dias depois. O destinatário dos lotes é o Ministério da Saúde, que fará a distribuição aos Estados. Conforme a Fiocruz, 3,8 milhões de imunizantes da Oxford — fabricados pelo órgão em razão de uma parceria tecnológica entre o Brasil e o Reino Unido — serão entregues até o fim deste mês. A expectativa é que a produção diária chegue a 1 milhão até o início de abril. As vacinas são envasadas com o ingrediente farmacêutico ativo (IFA) importado da China.

Leia também: “Tudo o que você precisa saber sobre a vacina da Oxford”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Vão distribuir uma vacina, que foi suspensa temporariamente na Europa para investigar reações graves? O desespero está levando o Brasil a imunizar a população com vacinas de qualidade duvidosa, colocando em risco a saúde das pessoas além da “pseudo proteção” ao Covid-19.

  2. O problema é que tem gente que acha que tomando a vacina, fica imortal. Não esqueçam que morriam pessoas antes da COVID, e que vai continuar morrendo.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.