CSN Cimentos compra a Holcim no Brasil por US$ 1 bilhão

Empresa passará a ter uma capacidade total de 16,3 milhões de toneladas por ano
-Publicidade-
'São esperadas relevantes sinergias operacionais', informou a CSN, em nota
'São esperadas relevantes sinergias operacionais', informou a CSN, em nota | Foto: Divulgação/CSN Cimentos

As operações brasileiras da suíça LafargeHolcim foram vendidas nesta sexta-feira, 10, para a CSN Cimentos. O negócio inclui as cinco plantas integradas de produção de cimento que operam no país, quatro estações de trituração, seis unidades de agregação e 19 unidades de mistura de concreto.

Em nota, a CSN informou que a aquisição adiciona capacidade produtiva à da CSN Cimentos de 10,3 milhões de toneladas de cimento por ano, através de unidades localizadas no Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste, além de reservas de calcário de alta qualidade e unidades de concreto e agregados.

Com o fechamento da operação, a CSN passará a ter uma capacidade total de 16,3 milhões de toneladas por ano. “São esperadas relevantes sinergias operacionais, logísticas, de gestão e comerciais, com espaço para evolução de mix de produtos e expansão da base de clientes”, informou a empresa, em nota.

-Publicidade-

Leia também: “Uma mina de oportunidades chamada Brasil”, reportagem publicada na Edição 38 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.