Liminar que impedia aumento de juros é derrubada pelo TRF-1

O presidente do TRF-1, desembargador Italo Fioravanti Sabo Mendes, derrubou a medida a pedido da União e do Banco Central do Brasil.

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Sede do TRF-1
Foto: Divulgação
Sede do TRF-1 Foto: Divulgação | Sede do TRF-1

O desembargador Italo Fioravanti Sabo Mendes afirmou que a medida resultava em “grave lesão à economia pública, decorrente da interferência do Judiciário no Sistema Financeiro Nacional”

Sede do TRF-1
Sede do TRF-1 | Foto: Divulgação

O Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região derrubou uma liminar que proibia instituições do Sistema Financeiro Nacional de aumentar juros e as exigências para a concessão de empréstimos em meio à pandemia do coronavírus.

-Publicidade-

O presidente do TRF-1, desembargador Italo Fioravanti Sabo Mendes, derrubou a medida a pedido da União e do Banco Central do Brasil. O magistrado afirmou que a liminar resultava em “grave lesão à economia pública, decorrente da interferência do Judiciário no Sistema Financeiro Nacional, na oferta de crédito e no limite das taxas de juro praticadas no mercado”.

Como informa o portal G1, a medida liminar foi concedida pelo juiz Renato Borelli, da 9ª Vara Federal Cível do Distrito Federal, no último dia 15, após um pedido de Carlos Lupi, o presidente do PDT.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.