Magazine Luiza vai quebrar, diz maior investidor da bolsa brasileira

Ação da varejista brasileira foi a maior queda da B3 no primeiro semestre, com retração de 67,5% desde janeiro
-Publicidade-
Luiz Barsi Filho, o maior investidor individual da B3
Luiz Barsi Filho, o maior investidor individual da B3 | Foto/Reprodução: YouTube

Passa o semestre e a pergunta para quem consome e se interessa pelo mercado financeiro costuma ser a mesma: qual é a ação que mais se desvalorizou nos seis meses anteriores? Em 2022, a Magazine Luiza foi o papel que mais caiu na bolsa brasileira. A empresa, comandada pela família Trajano, lidera uma tendência de amplo pessimismo com o setor de varejo. A ação do Magalu caiu 67,5% desde janeiro.

Foram seis meses sangrando na B3 e diminuindo o valor de mercado. Não que as outras nacionais estejam bem. As concorrentes Via — dona das Casas Bahia — e Americanas caíram 62% e 57%, respectivamente, no mesmo período.

O cenário sofre impacto, em grande parte, do ciclo de alta de juros no mundo e da inflação acima de dois dígitos. Para piorar, há uma forte concorrência de empresas estrangeiras, como a norte-americana Amazon e a asiática Shopee.

-Publicidade-

Palpite do maior

Luiz Barsi, o maior investidor individual da bolsa brasileira, afirmou recentemente, durante entrevista para o podcast Irmãos Dias que não gosta de ações de varejistas, como Magazine Luiza. “As empresas de varejo, pelo menos umas 40, quebraram, e as próximas quebrarão. Magazine Luiza um dia vai quebrar”, afirma Barsi. “Não sei quando, mas vai quebrar. Eu não sou profeta, estou falando em termos de histórico. Veja, quebraram a Casa Centro, o Mappin, a Ultralar. Máquina de Vendas e Via também estão penduradas.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

46 comentários Ver comentários

  1. Assisto essa paranoia quando leio assinantes comemorarem a provável quebra de empresas que não estejam alinhadas com o governo da hora, haja misericórdia aos funcionários que ficarão desempregados, multiplicando pelos seus dependentes devemos chegar a centenas . Mais misericórdia e amor ao próximo por favor!.

  2. De acordo com o colunista a culpa da queda é do mercado, mas como se explica o crescimento da Havan e e-comerces como a Loja do mecânico que está abrindo 10 lojas físicas enormes?

  3. O povo ta doente mesmo,ô povinho marionete,enquanto o politico animal,grotesco,tosco,milico,racista e mais está mamando ta teta do governo,assistindo serie no globoplay,foi o primeiro a se vacinar e 90% de idiotas estao aí se lascando por causa de um monte de estrume desse,acorda pqp esse cara ta afundando o país,até com o collor ta andando,mas o povo brasileiro o mais burro do mundo tem o que merece,graças a deus nao tenho politico de estimaçao,nem sapo barbudo e nem milico de plantao,

  4. Acabou o leite fácil

    Fica difícil trabalhar com meritocracia.

    O Magazin Luísa viciou em encostar no muro da esquerda e a grana chegar fácil, fácil

  5. Pois é, o povo só pode comprar uma TV por família, quem sabe é por esse motivo o descambo do Magazine Luiza.
    Falou demais no momento errado.

  6. Ser ignorante em um determinado tema, até vai, mas ser desonesto não dá.
    O Leman é bilionário, pagou a Tábata e vários outros parlamentares para votar com o governo Bolsonaro na reforma da previdência ( roubo da aposentadoria). Não é incompetência nem burrice.
    É má fé mesmo!

  7. Mais um na lista: Rubens Menin, dono da cnn, uma emissora de rádio esquerdista em Belo Horizonte e uma construtora e que ficou milionário com favores dos governos petistas. Já perdeu metade da fortuna e segue ladeira abaixo.

  8. Os brasileiros precisam prestar mais atenção em quem são os donos das grandes empresas.
    Luiza Trajano (Magazine Luiza), esquerdista de carteirinha enquanto o PT estava no poder cresceu muito…. graças à farra do “doações” feitas à ela pelas amizades com petistas.
    O mesmo foi com Eike Batista e tantos outros.
    Lehmann (Ambev) também é esquerdista. Parei de beber Antártica, Brahma, Skol.
    Passei à beber outras cervejas com OPA, muito melhores e não vejo muita ‘diferenças’ no sabor, mas tenho certeza que estou contribuindo para não enriquecer um comunista e estou contribuindo para aumentar a participação no mercado de uma cerveja de empresa conservadora.
    Chega de sustentar canalha…. mude seus hábitos de consumo.
    Já tive um Uno, mas nunca mais comprarei um carro da Fiat.
    Aprenda a valorizar seu dinheiro e o futuro de seus filhos e netos.
    Não adianta votar nos conservadores e dar preferência para produtos de esquerdistas.

    1. Isso mesmo: e ao invés de enriquecer esses lacradores q amam o luxo mas querem Cuba como exemplo de vida pros seus cidadãos, deixe de comprar seu burguer do Burger King, pra comprar na hamburgueria artesanal do teu bairro. Ajude a crescer a tua área de residência. Gere emprego local, movimente o dinheiro naqueles que fazem parte do teu ambiente! E seja mais patriota! Nacionalista! Nada contra, mas PRIMEIRO, nós!

      1. Piada deixar de comprar no BK,kkkkkk,as pessoas escrevem as coisas e nem sabem o q estao escrevendo,tipico de bolsonaristas,primeiramente o BK e 100% nacional foi comprado por um grupo brasileiro ,aí vem aquela questao fiseram tanta campanha contra a Globo q tiveram q demitir centenas de pais de familia e agora o alvo e o bk?E o Mc donald s? Que nao e brasileiro ?ai vem uns retardados e ficam levantando questoes onde nem conhecem

  9. Fala para a “socialista” Luiza Trajano doar a fortuna dela e seguir o que o líder falou! Para que acumular tanto dinheiro? A classe média só precisa de uma televisão em casa!
    HIPÓCRITAS!

  10. Bom minha experiência com essa empresa foi horrível,comprei um produto imprestável de 170 reais,e mesmo apoiado pelo procon não fizeram a substituição,coisa de empresa de mente pequena que procura tirar os seus prejuízos de qualquer maneira em cima qualquer assunto Portanto não recomendo,aliás recomendo fujam dela

  11. O tal leman da ambev é dono da esquerdista tabata amaral. Ele também é um dos maiores acionistas da Americanas, Burg King …
    Tomara que desocupem o Brasil e se instalem em cuba, já que adoram comunistas.

  12. Eu pessoalmente gosto muito da via, em especial as Casas Bahia, a estratégia do carnê digital foi uma ótima oportunidade de captar mais clientes.

  13. E a empresária não parece muito preocupada, aparentemente…. Depois da sua entrevista na BAND. E diz ser apoiadora dos vermelhos. Atitude de quem tem muito dinheiro.

  14. Apesar do grande investidor não nos considerar!!!
    Mas o nosso esforço não tem sido em vão!!!
    Muitas surpresas pela frente. Imbossais como XP/Bradesco, Itaú. Lacradores de carteirinha como MTC, FIAT Automóveis, dependem de brasileiros, se aqui precisam sobreviver.
    O gado acordou!!!

  15. Conservadores, capitalistas e direitistas compram na Havan. Esquerdistas e comunistas compram no M.L. Resultado: a Havan vai de vento em popa e o M.L. vai falir! Precisa desenhar?

    1. A “Carossela” vai pelo mesmo caminho… Restaurante aberto em Brasília ás moscas… E uma criatura ainda mostra os dedos em formato “L”….

  16. Comprava da Magazine Luíza no passado, hoje compro na HAVAN.
    A loja tem o mesmo perfil e não dou dinheiro a gestores de negócios que privilegiam falsas políticas em favor de negros e LGBTi’s.
    A empresa focou na mentira, querendo viver na realidade de economia de mercado.

  17. Como grande amiga de Dilma, D.Luiza podia fazer mais propagandas socialistas, mostrar detalhes de como ela já era vermelha quando criança (desde o 10 anos de idade, segundo suas próprias e fatídicas declarações), aí agradaria os poderosos lacradores ‘progressistas’ destruidores-de-países, quem sabe George Soros até mandaria uns bilhõezinhos pra alongar os estertores.

    1. Perfeito resumo …. Gostam de atacar os conservadores de direita , que são os que geram renda e lamber o cambada de chupins da esquerda. Vai pedir ajuda pra eles agora…haha

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.