-Publicidade-

Mankiw propõe que governo empreste dinheiro a afetados pelo coronavírus

O economista Nicholas Gregory Mankiw, professor de Harvard, ex-diretor do Conselho de Consultores Econômicos do governo Bush e autor das principais obras de introdução à economia utilizadas nas universidades de todo o mundo, escreveu em seu site uma proposta para ajudar as pessoas durante a crise do coronavírus.
O professor Nicholas Gregory Mankiw 
Foto: Divulgação/Harvard
O professor Nicholas Gregory Mankiw Foto: Divulgação/Harvard

Pela proposta do economista, as pessoas deveriam retornar ao governo o valor recebido após o fim da pandemia

O professor Nicholas Gregory Mankiw

O economista Nicholas Gregory Mankiw, professor da Harvard, ex-diretor do Conselho de Consultores Econômicos do governo Bush e autor das principais obras de introdução à economia utilizadas nas universidades de todo o mundo, escreveu em seu site uma proposta para ajudar as pessoas durante a crise do coronavírus.

De acordo com a ideia defendida por Mankiw, cada pessoa receberia um cheque pelo período necessário durante a pandemia, cujo valor seria definido pelo governo. Posteriormente, com a situação já resolvida, os favorecidos que se recuperaram teriam de devolver os recursos para o Estado.

Isso funcionaria como um empréstimo de curto prazo. “Quem teve a renda cortada a zero receberá todo o seguro social e não pagará o auxílio. Quem teve o pagamento cortado pela metade terá de pagar metade do auxílio. E quem teve a renda inalterada (ou aumentada) vai pagar o valor integral”, afirmou Mankiw.

Com essa proposta, feita pensando na realidade americana, o professor da Harvard afirma que serão impactadas as pessoas que mais necessitam, tornando o auxílio mais eficiente.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês