-Publicidade-

Pode faltar camisinha, afirma a maior fabricante mundial

De cada cinco camisinhas fabricadas no mundo, uma sai das fábricas da Karex Bhd.
Foto: Anqa/Pixabay
Foto: Anqa/Pixabay

A Karex está enfrentando diversos desafios para tentar atender à demanda global por preservativos

camisinha
Foto: Anqa/Pixabay

A maior fabricante mundial de camisinhas anunciou que o produto pode ficar em falta no mercado. A empresa malaia Karex produz mais de 5 bilhões de preservativos por ano, um em cada cinco no mundo.

De acordo com a agência Bloomberg, a empresa anunciou que seus estoques estão com menos de 50% da capacidade e que, com as medidas de confinamento impostas na Índia e na China, vai ser difícil atender à demanda global.

Enquanto a oferta cai, a demanda pelos preservativos está crescendo no mundo todo, segundo o CEO da Karex, Goh Miah Kia. Ele acredita que isso se deva à pandemia do coronavírus e ao consequente medo que as pessoas sentem de ter filhos em meio a futuro tão incerto.

Com o fechamento de fronteiras e o cancelamento de voos, as exportações também foram prejudicadas. “Isso, sem dúvida, é outro problema sem precedente. Nunca vivemos algo parecido”, afirmou Kia, Segundo ele, os produtos da empresa estão presentes em 140 países e territórios.

O CEO da Karex também alertou sobre o preço dos preservativos, que deve subir. “Ainda estamos pagando aos nossos funcionários, mas somente metade deles está trabalhando. Estamos, então, tendo um aumento de nossos custos”, finalizou.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês