Projeção de queda do PIB neste ano cai para 5,77%

Expectativa de crescimento foi mantida em 3,5% e PIB para os próximos dois anos deve crescer 2,5%,com retorno em V da economia previsto por Paulo Guedes.
-Publicidade-
Boletim Focus aponta melhora nos índices econômicos brasileiros |  Foto: Ahmad Ardity/Pixabay
Boletim Focus aponta melhora nos índices econômicos brasileiros | Foto: Ahmad Ardity/Pixabay | boletim focus, mercado financeiro, inflação, taxa selic, câmbio, projeções, ministério da economia, retorno em v, paulo guedes

Expectativa de crescimento para 2021 foi mantida em 3,5% e PIB para os próximos dois anos deve crescer 2,5%, com retorno em V da economia previsto por Paulo Guedes

boletim focus, mercado financeiro, inflação, taxa selic, câmbio, projeções, ministério da economia, retorno em v, paulo guedes
Boletim Focus aponta melhora nos índices econômicos brasileiros
Foto: Ahmad Ardity/Pixabay

A previsão do mercado financeiro para a queda da economia brasileira neste ano foi ajustada de 5,95% para 5,77%.

-Publicidade-

A estimativa de recuo do Produto Interno Bruto (PIB) está no boletim Focus,

Para o próximo ano, a expectativa é de crescimento de 3,5%, a mesma previsão há nove semanas consecutivas. Em 2022 e 2023, o mercado financeiro continua a projetar aumento de 2,5% do PIB.

As instituições financeiras também ajustaram a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 1,72% para 1,67%, em 2020.

Para 2021, a estimativa de inflação permanece em 3%. A previsão para 2022 e 2023 também não teve alteração: 3,5% e 3,25%, respectivamente.

A projeção para 2020 está abaixo do piso da meta de inflação do BC deste ano, que é de 4%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto porcentual para cima ou para baixo.

Para 2021, a meta é 3,75%, para 2022, 3,50%, e para 2023, 3,25%, com intervalo de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo, em cada ano.

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, estabelecida atualmente em 2,25% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

A expectativa é que a Selic encerre 2020 em 2% ao ano. Para o fim de 2021, estima-se que a taxa básica chegue a 3% ao ano. Para o fim de 2022, a previsão é de 5% ao ano; para o final de 2023, 6% ao ano.

A previsão para a cotação do dólar permanece em R$ 5,20 no final deste ano. Para o fim de 2021, a expectativa é que a moeda norte-americana fique em R$ 5.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.