SP: setor de serviços fatura 21% a mais nos primeiros seis meses do ano

Valor chegou a R$ 252 bilhões, de acordo com a FecomercioSP
-Publicidade-
Perspectiva também é de crescimento para o setor de serviços no 2º semestre deste ano | Foto: Arquivo/Agência Brasil
Perspectiva também é de crescimento para o setor de serviços no 2º semestre deste ano | Foto: Arquivo/Agência Brasil

O setor de serviços da capital paulista, um dos mais afetados pela pandemia da covid-19, faturou R$ 252 bilhões nos primeiros seis meses deste ano, com alta de 21% em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Setor de Serviços na Cidade de São Paulo (PCSS), realizada pela FecomercioSP e divulgada nesta terça-feira, 21.

Leia mais: “Vendas do comércio varejista crescem 1,2% em julho, aponta IBGE”

Considerando as condições econômicas atuais, o levantamento destaca ainda a projeção otimista para a segunda metade do ano. Segundo o PCSS, é estimada a expansão de 16,9% em relação a 2020. Se o aumento for confirmado, representará um valor de aproximadamente R$ 297 bilhões em faturamento.

-Publicidade-

Leia também: “Covid-19: 48% das cidades não restringem o comércio nem a circulação de pessoas”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.