Sem ‘lockdown’, Suécia tem taxa de propagação da covid-19 menor que a de outros países europeus

Epidemiologista responsável pela estratégia acredita que o país está mais preparado para conter o vírus chinês que seus vizinhos
-Publicidade-
Suécia não adotou isolamento forçado e apresenta resultados satisfatórios | Foto: Tomas Williams
Suécia não adotou isolamento forçado e apresenta resultados satisfatórios | Foto: Tomas Williams

Epidemiologista responsável pela estratégia acredita que o país está mais preparado para conter o vírus chinês que seus vizinhos

Suécia não adotou isolamento forçado e apresenta resultados satisfatórios
Foto: Tomas Williams

Dados da Organização Mundial da Saúde revelam que a taxa de propagação da covid-19 na Suécia está menor do que a média europeia. No mês de agosto, o país que dispensou o lockdown no combate ao novo coronavírus registrou cerca de 75 casos para cada 100.000 habitantes, enquanto o continente contabilizou quase o dobro, pouco mais de 124. Nas primeiras duas semanas de setembro, a diferença foi ainda maior: 22,5 entre os suecos contra 76,5 nos outros países europeus.

-Publicidade-

Leia também: “Testes da vacina de Oxford serão retomados no Brasil”

Para Anders Tegnell — o epidemiologista responsável pela estratégia de sucesso —, o país está mais preparado para conter o coronavírus do que seus vizinhos. O médico acredita que a Suécia continuará a apresentar “um baixo nível de propagação”, com surtos locais, enquanto em outros países o problema será mais crítico. “Isso provavelmente acontecerá até que se tenha um nível de imunidade que possa travar a situação”, disse Tegnell ao jornal inglês Financial Times.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.