Tempo médio de abertura de empresas cai para menos de um dia

Nos últimos 12 meses, houve uma queda de 50% no tempo despendido

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Tempo médio para abertura de empresas é o menor da série histórica | Foto: Agência Brasil
Tempo médio para abertura de empresas é o menor da série histórica | Foto: Agência Brasil

O tempo médio para a abertura de uma empresa no Brasil caiu para 23 horas ao final do segundo quadrimestre deste ano. É o menor tempo médio já registrado no Mapa de Empresas, ferramenta do governo federal de acompanhamento da quantidade de empresas registradas no Brasil, mantido pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade (Sepec), do Ministério da Economia.

Há um ano, em agosto de 2021, o tempo médio para abrir uma empresa era de 46 horas, o dobro do tempo atual. Em abril, no final do primeiro quadrimestre, o tempo médio para a abertura de uma empresa era de 40 horas — 17 horas a mais que agora, o que significa que nos quatro últimos meses houve uma queda de 42,5% no tempo médio despendido para abrir uma empresa.

A queda no tempo é ainda mais acentuada quando observada a evolução da série histórica. Em relação ao início de 2019, quando o tempo despendido era de cinco dias e oito horas, a queda foi de quatro dias e dez horas (82%). Ou seja, atualmente é preciso menos de um quinto do tempo em relação ao início dos registros sobre esse indicador. Além disso, o atual tempo médio alcança a meta prevista para ser atingida somente em dezembro deste ano.

-Publicidade-

Os dados sobre o prazo médio incluem o tempo de consulta prévia de viabilidade e o tempo de registro da empresa. A redução do tempo se deve a medidas de simplificação, à integração digital entre as 27 juntas comerciais e à plataforma gov.br.

O material da Sepec mostra também que o país registrou 1,4 milhão empresas abertas no segundo quadrimestre de 2022 — aumento de 2% em relação ao primeiro quadrimestre do ano. O país encerrou o mês de agosto com 20,1 milhões de empresas ativas.

Estados mais rápidos

O tempo de abertura de empresas é menor nos Estados de Sergipe (dez horas), Espírito Santo (13 horas), Goiás (13 horas), Alagoas e  Pernambuco (14 horas em ambos).

Em azul, o tempo para análise prévia; em verde, para registro | Fonte: Sepec

Estados mais demorados

A demora maior é verificada no Amapá (37 horas), Santa Catarina e Piauí (ambos com 36 horas), Pará (35 horas) e Rio Grande do Sul (33 horas).

Estados mais demorados
Em azul, o tempo para análise prévia; em verde, para registro | Fonte: Sepec

Em São Paulo, o tempo médio de abertura de uma empresa é de 22 horas.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Obrigado, presidente Bolsonaro, o melhor presidente da nossa história.
    Foi graças à sua iniciativa da lei de liberdade e da extraordinária equipe econômica de Paulo Guedes q o Brasil melhorou, e muito, no esforço de dar ao empreendedor o respeito q ele merece.

    Obrigado.
    Votarei em vc de novo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.